Posted 01/09/2009 by Rui Malheiro in Observatório
 
 

Alanzinho

Alanzinho
Alanzinho

«Alanzinho» (Stabæk Fotball)

 

Perfil

2008

Jogador do ano da Liga norueguesa em 2008, ao assumir um papel determinante no trajecto rumo ao histórico do título do Stabæk, juntando 9 golos a 7 assistências, o brasileiro Alanzinho, jogador que já tinha sido considerado o melhor médio e melhor jogador estrangeiro em 2007, viu as suas excelentes prestações serem reconhecidas com a transferência, em Janeiro de 2009, para os turcos do Trabzonspor, clube que não hesitou em investir 4 milhões de euros na sua aquisição, antecipando-se a mais de uma dezena de clubes que manifestaram interesse em assegurar os seus préstimos. Produto das escolas do Flamengo, onde não se conseguiu impor como sénior, passou pelo América do Rio, Gama e Paranoá antes de rumar ao futebol norueguês, onde, depois de época e meia de adaptação a uma nova realidade, explodiu nos dois últimos exercícios, espalhando magia com o seu futebol repleto de dribles e truques. Médio ala ou extremo esquerdo, também capaz de desempenhar funções idênticas à direita ou de actuar em posições mais centrais, quer como médio ofensivo, quer como falso avançado, é, no entanto, sobre a esquerda que costuma atingir maior rendimento. Extremamente forte a promover desequilíbrios no um para um, ao tirar partido da sua fantástica capacidade de drible, em espaços curtos ou largos, e enorme leque de fintas, características que consegue aliar a grande velocidade, agilidade e, principalmente, a um excelente poder de aceleração. Peca, contudo, em diversas situações, por perder objectividade no seu jogo, pela sua excessiva tendência para individualizar as acções e adornar os lances. No entanto, mostra argumentos para assumir a condução de jogo pelo flanco, patenteando uma boa capacidade nos cruzamentos e atributos interessantes a nível do passe, o que lhe garante um papel importante no capítulo das assistências para situações de finalização. A sua mobilidade e poder de desmarcação permitem-lhe realizar vários movimentos perigosos em diagonal, tanto com bola como sem bola, o que faz com que apareça, com facilidade, em zona de finalização, onde procura tirar partido do seu remate de pé esquerdo. Nada dado a trabalhar do ponto de vista defensivo, Alanzinho revela-se extremamente negligente nesse aspecto, o que deverá rever para vingar noutro patamar competitivo. Para além disso, trata-se de um jogador muito frágil do ponto de vista físico, o que o deixa em clara desvantagem nos lances corpo a corpo, e que sente algumas dificuldades para cumprir os 90 minutos, sobretudo quando as partidas são disputadas a um ritmo mais intenso.

 

Alan Carlos Gomes da Costa

Data de Nascimento: 22 – 02 – 1983
Nacionalidade: Brasil
Altura: 1.64
Peso: 62
Posição: Médio Ala/Extremo Esquerdo; Médio Ala/Extremo Direito; Médio Ofensivo; Avançado
Não é internacional pelo Brasil

ÉPOCA CLUBE JOGOS GOLOS
2003 Flamengo 1 (5) 0
2004 Flamengo
2004 América-RJ 8 4
2005 Gama
2005 Paranoá
2005 Stabæk 5 (6) 3
2006 Stabæk 16 (5) 2
2007 Stabæk 26 (0) 5
2008 Stabæk 25 (0) 9
2008/09 Trabzonspor 8 (9) 4
2009/10 Trabzonspor 19 (10) 1
2010/11 Trabzonspor 15 (14) 3
2011/12 Trabzonspor

 

Multimédia

 

 

foto © fotball.aftenposten.no


Rui Malheiro

 
analista de futebol, scout e autor. freelancer. escreveu Anuário do Futebol 2008/09 e Anuário do Futebol 2009/10.