Posted 07/03/2011 by Rui Malheiro in Playmaker
 
 

Bichi Fuertes, o imortal

Esteban Fuertes: o «Bichi»
Esteban Fuertes: o «Bichi»

BICHI, O IMORTAL. Aos 38 anos, Esteban Fuertes, o «Bichi», continua a demonstrar a sua impressionante capacidade goleadora na Liga Argentina. Melhor marcador do Clausura 2011, com 5 golos em 4 jogos, o veterano avançado foi decisivo, este fim-de-semana, para a vitória do Colón no terreno do Godoy Cruz (3-2), ao apontar 2 dos 3 golos do «Sabalero». O primeiro, num espectacular remate a 40 metros da baliza, figurará, certamente, entre os golos do ano. O segundo, a dois minutos do fim do jogo, numa altura em que o Colón passava por grandes dificuldades para segurar o empate, demonstra o seu enorme sentido de oportunidade e facilidade a jogar no limite do fora-de-jogo.

 

O GOLAÇO DO «BICHI»

 

 

UMA VITÓRIA FELIZ. Três remates à baliza, três golos. Foi assim que o Colón conseguiu alcançar um precioso triunfo na deslocação ao terreno do Godoy Cruz, o que lhe permite saltar para o grupo de quartos classificados do Clausura 2011. Uma vitória da estratégia montada pelo técnico Fernando Gamboa, ao abdicar do 3x4x1x2 que vinha a utilizar e apostar num 4x2x3x1, particularmente talhado para explorar as saídas em ataque rápido, à semelhança do que o Peñarol havia feito, a meio da semana, no mesmo estádio, alcançando um triunfo por 3-1, em jogo a contar para a Taça Libertadores. No entanto, a exibição do Colón esteve muito longe de ser perfeita do ponto de vista defensivo, já que o sector mais recuado acumulou inúmeros erros – alguns deles primários – que o Godoy Cruz, sempre dominador, não soube aproveitar, esbarrando, muitas vezes, na boa actuação do experiente guardião Diego Pozo. Se é certo que o Godoy foi capaz de recuperar de duas situações de desvantagem, acabaria por pagar muito caro os riscos que correu em busca do golo da vitória, bem aproveitados, a dois minutos do fim, por um bom desdobramento ofensivo de Juan Quiroga – bem melhor a atacar do que a defender -, lateral que, através de um cruzamento, encontrou a cabeça de «Bichi» Fuertes, sempre concentrado e astuto a conquistar posição aos centrais adversários.

 

Como jogou o Colón (4x2x3x1/4x4x1x1)

GODOY CRUZ 2-3 COLÓN

 

MULTIMÉDIA: GODOY CRUZ 2-3 COLÓN

 

 

foto de abertura © ole.com.ar


Rui Malheiro

 
analista de futebol, scout e autor. freelancer. escreveu Anuário do Futebol 2008/09 e Anuário do Futebol 2009/10.