França 2008/09: Lyon

Olympique Lyon
Olympique Lyon

OLYMPIQUE LYONNAIS (LYON): 3º CLASSIFICADO

H

eptacampeão francês de forma consecutiva, o Lyon partiu para o novo exercício com o objectivo de alcançar o octacampeonato e ultrapassar a fasquia dos quartos de final na Liga dos Campeões. As inesperadas dificuldades em conquistar o último título, como também o desempenho decepcionante na Liga dos Campeões e os problemas na gestão do balneário, conduziram à saída de Alain Perrin, de nada lhe valendo o facto de ter sido o primeiro treinador a guiar o Lyon a uma «dobradinha». Claude Puel, depois de um excelente trabalho no Lille, assumiu a sua sucessão e os quase 60 milhões de euros disponibilizados para aquisições geraram grande euforia em redor da qualidade do novo plantel, indubitavelmente bem reforçado com jogadores como Lloris, Mensah, Makoun, Pjanic, Éderson ou Piquionne. A derrota frente ao Bordéus, após o desempate por pontapés da marca de grande penalidade, na Supertaça, não quebrou o ânimo dos adeptos e um excelente arranque de Liga, com 6 vitórias e 1 empate nas primeiras 7 jornadas, lançou os «Gones» na liderança isolada da competição. Se é certo que viria a sofrer alguns percalços pelo caminho, como os quatro jogos sem vencer entre as rondas 15 e 18, o Lyon, bem mais consistente no plano defensivo do que brilhante ofensivamente, conseguiu manter a liderança isolada da competição, que à entrada do último terço do campeonato se cifrava em seis pontos sobre o 2º classificado. A aposta declarada em derrubar o Barcelona nos oitavos de final da Liga dos Campeões marcaria definitivamente a época dos «Gones», que, depois de um empate no Stade de Gerland (1-1), seriam copiosamente derrotados em Camp Nou (2-5), resultado que causou estragos num plantel desgastado pelas inúmeras baixas por lesão. Os 9 pontos conquistados entre as jornadas 26 e 34 expressam bem os reflexos extraordinariamente negativos do desastre europeu, como também desfizeram todas as hipóteses do Lyon alcançar o octacampeonato, atirando-o para um decepcionante 3º lugar final.

 
Estatísticas

Nac. Pos. Nome J G A V Min.
FRA A Karim BENZEMA 36 17 1 0 2.758
FRA DM Mathieu BODMER 17 0 0 0 1.244
FRA D Jean-Alain BOUMSONG 32 1 3 0 2.514
FRA D François CLERC 9 0 0 0 759
BRA D CRIS 34 2 5 0 3.060
ARG AM César DELGADO 19 2 3 0 1.151
BRA MA ÉDERSON Honorato 35 5 3 0 2.134
BRA A FRED 15 2 2 0 927
BRA MD FÁBIO dos SANTOS 6 0 1 0 252
FRA D Lamine GASSAMA 7 0 2 0 618
FRA AM Sidney GOVOU 15 1 5 1 977
ITA D Fabio GROSSO 22 1 6 0 1.847
BRA M JUNINHO PERNAMBUCANO 29 7 4 1 2.075
SWE MD Kim KÄLLSTRÖM 32 2 4 0 2.219
CIV AM Abdul Kader KEITA 22 1 1 0 1.103
FRA D Thimothée KOLODZIECZAK 1 0 1 0 79
FRA G Hugo LLORIS 35 0 1 0 3.150
CMR M Jean MAKOUN 35 6 6 0 2.718
GHA D John MENSAH 12 0 2 2 926
FRA MA Anthony MOUNIER 18 2 0 0 813
FRA AM Frédéric PIQUIONNE 19 2 3 1 668
BIH M Miralem PJANIC 20 0 1 0 702
FRA D Antoine RÉVEILLÈRE 19 0 4 0 1.592
FRA A Yannis TAFER 3 0 0 0 38
FRA MD Jérémy TOULALAN 33 0 6 0 2.878
FRA G Rémi VERCOUTRE 3 0 0 0 270

 
Treinador

Treinador Sistema Táctico Outras Opções Período
Claude Puel 4x3x3 4x2x3x1, 4x4x2, 4x3x1x2 toda a época.
Treinador J V E D Med.
Claude Puel 38 20 11 7 1.868

 
Equipa Tipo

Olympique Lyon: táctica

 
As Figuras

Karim Benzema
foto © Reuters

Karim Benzema

Hugo Lloris
foto © Reuters

Hugo Lloris

Juninho Pernambucano
foto © Getty Images

Juninho Pernambucano

Jean Makoun
foto © Reuters

Jean Makoun

 
foto de abertura © AP


Rui Malheiro

 
analista de futebol, scout e autor. freelancer. escreveu Anuário do Futebol 2008/09 e Anuário do Futebol 2009/10.