Holanda 2008/09

AZ Alkmaar
AZ Alkmaar

Balanço

D

epois de uma temporada decepcionante, que concluiu num paupérrimo 11º lugar, poucos colocariam a hipótese do AZ Alkmaar se impor como dominador incontestado da Liga holandesa em 2008/09, o que se agravou com duas derrotas nas duas rondas inaugurais do novo exercício. Puro engano. Louis van Gaal, mesmo com a sua posição bastante fragilizada, soube construir um plantel à sua imagem, sem nomes de peso, até porque teve à sua disposição apenas o 7º maior orçamento para aquisições entre os 18 clubes da Eredivisie. Uma série impressionante de 24 vitórias e 4 empates da jornada 3 à 30 colocou o AZ à porta do título, o que espelhou o notável trabalho efectuado do ponto de vista táctico, com os jogadores a interpretarem de forma (quase) perfeita a ideia de jogo de van Gaal, que, mais uma vez, se mostrou ardiloso a maximizar as suas principais virtudes em favor do colectivo, a grande arma do novo campeão. Por isso mesmo, a impressionante consistência defensiva – apenas 22 golos sofridos ao longo da temporada – foi o mote para o sucesso, o que não coibiu o marroquino Mounir El Hamdaoui, a surpreendente figura maior da temporada holandesa, de se consagrar como melhor marcador da Liga com 23 golos. O 2º título da história do emblema de Alkmaar seria confirmado com um empate no terreno do decepcionante Ajax na jornada 32, depois da derrota caseira frente ao Vitesse (1-2), naquele que se previa como jogo da consagração – com a cidade já devidamente ornamentada para as comemorações – e que acabou por se transformar no da decepção colectiva, por adiar por uma semana os festejos e quebrar a série de 28 jogos de invencibilidade. Uma «bofetada» em Louis van Gaal, que viu o seu enorme ego renascer das cinzas, depois da descida aos infernos dos insucessos consecutivos, ao produzir uma série de declarações altaneiras durante a semana que precedeu a recepção ao Vitesse, onde a equipa acusaria em demasia a responsabilidade de confirmar o título e acabaria por sofrer a derrota nos instantes finais, o que trouxe à memória a perda do campeonato 2006/07, na última jornada, para o PSV Eindhoven, que, em 2008/09, se assumiu como a grande desilusão da prova. Campeão em 2007/08 após uma época atípica, em que sobreviveu a duas mudanças no comando técnico, a formação de Eindhoven perfilava-se como principal favorito a alcançar o «penta», pelo forte investimento no «Mercado», com mais de 15 milhões de euros gastos no reforço do plantel, mas também pela chegada de Huub Stevens ao cargo de treinador. Contudo, uma péssima participação na Liga dos Campeões – último lugar na fase de grupos – e um trajecto irregular na Liga – 3 empates e 5 derrotas durante a primeira volta –, condenaram Stevens, muito criticado pelo mau relacionamento com os jogadores. O 4º lugar final, garantido pelo antigo adjunto Dwight Lodeweges, graças a 6 vitórias nas últimas 7 jornadas, acabou por ser um mal menor para os «Agricultores», que chegaram a ter a participação na Liga Europa em risco. Já o Ajax, que inicialmente parecia ser o candidato mais forte a colocar um ponto final na hegemonia do PSV, apostou em Marco van Basten, ex-seleccionador holandês, para quebrar o jejum de 4 anos de títulos nacionais. O percurso dos «Filhos de Deus» acabaria por ficar aquém das expectativas, e se em alguns momentos o futebol bonito praticado mereceu rasgados elogios, os desastres do ponto de vista defensivo atiraram a equipa de Amesterdão para fora da Liga dos Campeões, ao ser ultrapassado pelo consistente Twente, orientado pelo inglês Steve McLaren, 2º classificado e finalista vencido da Taça, competição ganha pelo Heerenveen, após o desempate por pontapés da marca de grande penalidade.

 

Classificação:

 1.AZ Alkmaar             34 25  5  4  66-22  80  Campeão; L. Campeões (fase grupos)
 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 
 2.FC Twente              34 20  9  5  62-31  69  Liga dos Campeões (3ª pré)
 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 
 3.Ajax Amsterdam         34 21  5  8  74-41  68  Liga Europa (eliminatória acesso)
 4.PSV Eindhoven          34 19  8  7  71-33  65  Liga Europa (3ª pré)
 5.SC Heerenveen          34 17  9  8  66-57  60  Liga Europa (eliminatória acesso)
 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 
 6.FC Groningen           34 17  5 12  53-36  56  Playoff Liga Europa
 7.Feyenoord Rotterdam    34 12  9 13  54-46  45  Playoff Liga Europa
 8.NAC Breda              34 13  6 15  44-54  45  Playoff Liga Europa
 9.FC Utrecht             34 11 11 12  41-44  44  Playoff Liga Europa
 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 
10.Vitesse Arnhem         34 11 10 13  41-48  43
11.NEC Nijmegen           34  9 15 10  41-40  42
12.Willem II              34 10  7 17  35-58  37
13.Sparta Rotterdam       34  9  8 17  46-66  35
14.ADO Den Haag           34  8  8 18  41-58  32
15.Heracles Almelo        34  7 11 16  35-53  32
 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -  
16.Roda JC                34  7  9 18  38-58  30  Playoff Manutenção
17.De Graafschap          34  7  9 18  24-58  30  Playoff Manutenção
--------------------------------------------------
18.FC Volendam            34  7  8 19  38-67  29  Despromovido

 

Playoff Liga Europa

[disputado, a eliminar, pelos clubes classificados entre o 6º e 9º lugar na fase regular do campeonato. o vencedor do Playoff garante a qualificação para a Liga Europa]

 
Meias Finais

1ªMão
NAC Breda – Feyenoord, 3-2
Utrecht – Groningen, 3-3

2ªMão
Feyenoord – NAC Breda, 0-4
Groningen – Utrecht, 4-0

– NAC Breda e Groningen apuraram-se para a final do Playoff.

 
Final

1ªMão
NAC Breda – Groningen, 1-1

2ªMão
Groningen – NAC Breda, 0-2

– NAC Breda venceu o Playoff e qualificou-se para a Liga Europa (2ª pré-eliminatória).

 

Playoff Manutenção

[disputado, a eliminar, pelos 16º e 17º classificados da 1ªDivisão e por 8 clubes apurados da 2ªDivisão: RKC Waalwijk, Cambuur-Leeuwarden, FC Zwolle, Excelsior Rotterdam, MVV Maastricht, FC Dordrecht, TOP Oss e Telstar. os dois vencedores do Playoff garantem a presença na divisão maior do futebol holandês em 2009/10]

 
1ª Eliminatória

1ªMão
Telstar – MVV Maastricht, 0-0
TOP Oss – FC Dordrecht, 0-2

2ª Mão
MVV Maastricht – Telstar, 1-0
FC Dordrecht – TOP Oss, 1-0

– MVV Maastricht e FC Dordrecht apuraram-se para a eliminatória seguinte.

 
2ª Eliminatória

1ªMão
MVV Maastricht – De Graafschap, 2-3
Excelsior Rotterdam – RKC Waalwijk, 1-2
FC Zwolle – Cambuur-Leeuwarden, 2-1
FC Dordrecht – Roda JC, 1-1

2ª Mão
De Graafschap – MVV Maastricht, 2-2
RKC Waalwijk – Excelsior Rotterdam, 1-1
Cambuur-Leeuwarden – FC Zwolle, 3-1
Roda JC – FC Dordrecht, 1-0

Desempate
Cambuur-Leeuwarden – FC Zwolle, 2-0

– De Graafschap, RKC Waalwijk, Cambuur-Leeuwarden e Roda JC apuraram-se para a eliminatória seguinte.

 
Final

1ªMão
RKC Waalwijk – De Graafschap, 2-0
Cambuur-Leeuwarden – Roda JC, 0-0

2ª Mão
De Graafschap – RKC Waalwijk, 2-1
Roda JC – Cambuur-Leeuwarden, 1-1

Desempate
RKC Waalwijk – De Graafschap, 1-0
Cambuur-Leeuwarden – Roda JC, 2-2 [após prolongamento, 1-3 no desempate por pontapés da marca de grande penalidade]

– Roda JC garantiu a manutenção na 1ªDivisão, após derrotar o Cambuur-Leeuwarden, 3º classificado da 2ªDivisão, numa das finais do Playoff.

– RKC Waalwijk, 2º classificado da 2ªDivisão, garantiu a promoção à 1ªDivisão, depois de derrotar o De Graafschap, que assim desceu à 2ªDivisão, na outra final do Playoff.

 

Quem Subiu:

VVV-Venlo

+ RKC Waalwijk (via playoff).

 

Melhores Marcadores

Mounir EL HAMDAOUI (AZ Alkmaar), 23
LUIS SUÁREZ (Ajax), 22
Marcus BERG (FC Groningen), 17
Roy MAKAAY (Feyenoord), 16
Danijel PRANJIC (SC Heerenveen), 16
Blaise N’KUFO (FC Twente), 16
Frank DEMOUGE (Willem II), 14
Ibrahim AFELLAY (PSV Eindhoven), 13
Matthew AMOAH (NAC Breda), 12
Marko ARNAUTOVIC (Twente), 12
Balázs DZSUDZSÁK (PSV Eindhoven), 11
Richard KNOPPER (ADO Den Haag), 10
Moussa DEMBÉLÉ (AZ Alkmaar), 10
Cedric VAN DER GUN (FC Utrecht), 10
PAULO HENRIQUE Carneiro (Heerenveen), 10
Jon Dahl TOMASSON (Feyenoord), 9
Eljero ELIA (Twente), 9
Roy BEERENS (Heerenveen), 9
Rydell POEPON (Sparta Rotterdam), 9
Dario CVITANICH (Ajax), 9
SEKOU CISSÉ (Roda JC), 9
Ariclenes da Silva Ferreira «ARI» (AZ Alkmaar), 9

 

Dados Relevantes

O Campeão

2º título holandês do AZ Alkmaar, clube que apenas vencera a competição em 1980/81. Com este triunfo a formação de Alkmaar colocou um ponto final num jejum de 28 anos de títulos nacionais, como também impediu o PSV Eindhoven, vencedor das quatro anteriores edições da prova, de alcançar o primeiro pentacampeonato da história da Liga holandesa.

Clubes com mais títulos

Ajax (29), PSV Eindhoven (21), Feyenoord (14), HVV Den Haag (8), Sparta Rotterdam (6) e Go Ahead (4).

Mais vitórias

AZ Alkmaar (25).

Menos derrotas

AZ Alkmaar (4).

Melhor ataque

Ajax (74).

Melhor defesa

AZ Alkmaar (22).

Menos empates

AZ Alkmaar, Ajax e FC Groningen (5).

Mais empates

NEC Nijmegen (15).

Menos vitórias

FC Volendam, Roda JC, Heracles Almelo e De Graafschap (7).

Mais derrotas

FC Volendam (19).

Pior ataque

De Graafschap (24).

Pior defesa

FC Volendam (67).

Melhor equipa nos jogos em casa

AZ Alkmaar (43). 14 vitórias, 1 empate e 2 derrotas.

Melhor equipa nos jogos fora de casa

AZ Alkmaar (37). 11 vitórias, 4 empates e 2 derrotas.

Melhor série de vitórias consecutivas

AZ Alkmaar (11). Entre a jornada 12 e a jornada 22.

Melhor série de jogos consecutivos sem perder

AZ Alkmaar (28). Entre a jornada 3 e a jornada 30.

Pior série de derrotas consecutivas

ADO Den Haag e FC Volendam (7).

Pior série de jogos consecutivos sem vencer

NEC Nijmegen e De Graafschap (10).

Média de golos

2,8 golos por jogo. Representou um decréscimo de 0,3 em relação ao exercício anterior, em que a média de golos por jogo foi de 3,1.

Jogos com mais golos

PSV Eindhoven – Ajax (6-2), FC Volendam – PSV Eindhoven (3-5), FC Twente – Sparta Rotterdam (6-2).

Maior goleada

Ajax – Willem II (7-0).

Resultados mais comuns

1-0 (50), 2-0 (48), 1-1 (35), 3-0 (29), 3-1 e 2-1 (26).

Percentagem de jogadores holandeses utilizados na Liga

58,4%. Representou uma queda de 0,3% em relação à época anterior (58,7%).

Equipa mais nacional

FC Volendam – 96,2% de utilização de jogadores holandeses.

Equipa menos nacional

SC Heerenveen – 32,8% de utilização de jogadores holandeses.
Das 18 equipas participantes na Liga, 8 ficaram abaixo dos 50% de utilização de jogadores holandeses. Entre estas figuram 5 das 6 primeiras classificadas da fase regular da Liga: AZ Alkmaar, Ajax, PSV Eindhoven, Heerenveen e FC Groningen.

Países mais representados (utilização em jogos da Liga)

Holanda (58,4%), Bélgica (7,3%), Brasil (3,2%), Suécia (2,8%), Dinamarca (2,6%), Marrocos (1,9%), Hungria (1,8%) e França (1,3%).

Jogadores mais utilizados

– Maikel Aerts, Willem II, 34 jogos, 3060 minutos (totalista)
– Gábor Babos, NEC Nijmegen, 34 jogos, 3060 minutos (totalista)
– Bram Castro, Roda JC, 34 jogos, 3060 minutos (totalista)
– Erik Heijblok, De Graafschap, 34 jogos, 3060 minutos (totalista)
– Jelle ten Rouwelaar, NAC Breda, 34 jogos, 3060 minutos (totalista)
– Jeroen Verhoeven, FC Volendam, 34 jogos, 3060 minutos (totalista).

Mais sete jogadores participaram nos 34 jogos da temporada regular, mas não completaram os 3060 minutos de utilização.

Jogadores com melhor média pontual

(entre os jogadores que completaram mais de metade da época: 18 jogos)

– Graziano Pellè, AZ Alkmaar, 2,650 (20 jogos)
– Demy de Zeeuw, AZ Alkmaar, 2,500 (30 jogos)
– Maarten Martens, AZ Alkmaar, 2,469 (32 jogos)
– Mounir El Hamdaoui, AZ Alkmaar, 2,452 (31 jogos).

O melhor marcador

Mounir El Hamdaoui (AZ Alkmaar)
23 golos em 31 jogos
12 golos apontados em casa e 11 em jogos extramuros
11 golos obtidos na primeira parte e 12 na segunda parte
Marcou golos em 17 partidas: 12 golos foram «solitários», aos quais juntou 4 «duplas», 3 delas obtidas em jogos extramuros, e 1 «tripla», obtida na deslocação vitoriosa (5-2) ao terreno do Willem II.

Jogador com a melhor série de jogos consecutivos a marcar golos

Mounir El Hamdaoui (AZ Alkmaar), 7.

Jogador mais eficaz

(entre os jogadores que completaram mais de metade da época: 18 jogos)

Mounir El Hamdaoui (AZ Alkmaar), 1 golo a cada 116 minutos de utilização.

Melhor «joker» – jogador com mais golos como suplente utilizado

Melvin Platje (FC Volendam), 5 golos em 22 partidas como suplente utilizado.

Guarda-redes menos batido

(entre os jogadores que completaram mais de metade da época: 18 jogos)

Sergio Romero (AZ Alkmaar), 0,64 golos sofridos por jogo.

Guarda-redes com mais «balizas-virgens»

Sergio Romero (AZ Alkmaar), 18 em 28 jogos.

Guarda-redes com melhor percentagem de «balizas-virgens»

(entre os jogadores que completaram mais de metade da época: 18 jogos)

Sergio Romero (AZ Alkmaar), 69,2% (18 em 28 jogos).

Guarda-redes que mais minutos esteve sem sofrer golos

Sergio Romero (AZ Alkmaar), 956 minutos, numa série iniciada na 11ª jornada e que se prolongou até à 22ª jornada.

 

Taça

17-5-2009
SC Heerenveen, 2 (Goran Popov, 27., Bonaventure Kalou, 112.)
FC Twente, 2 (Eljero Elia, 55., Youssouf Hersi, 118.)

[após prolongamento, 1-1 no final do tempo regulamentar]

O SC Heerenveen venceu a Taça, após o desempate por pontapés da marca de grande penalidade, ao bater o FC Twente por 5-4.

 

Supertaça

23-8-2008
PSV Eindhoven, 2 (Danko Lazovic, 55., Dirk Marcellis, 67.)
Feyenoord, 0

 

AZ ALKMAAR: O CAMPEÃO

 
Estatísticas

Nac. Pos. Nome J G A V Min.
BRA A ARI 20 9 0 0 1.082
NED M Demy DE ZEEUW 30 3 7 0 2.383
BEL AM Moussa DEMBÉLÉ 23 10 1 0 1.800
CRO G Joey DIDULICA 8 0 1 0 627
MAR AM Mounir EL HAMDAOUI 31 23 1 0 2.666
AUS M Brett HOLMAN 15 1 1 1 606
NED D Kew JALIENS 24 1 8 0 2.160
EST D Ragnar KLAVAN 12 0 3 0 1.021
NED D Milano KOENDERS 8 0 1 0 195
NED AM Jeremain LENS 8 1 1 0 386
NED D Kees LUIJCKX 15 0 0 0 889
NED D Gijs LUIRINK 1 0 0 0 26
BEL MA Maarten MARTENS 32 7 1 0 2.609
NED MD David MENDES DA SILVA 29 2 3 0 2.452
FIN D Niklas MOISANDER 22 1 3 0 1.980
MEX D Héctor MORENO 15 0 2 0 1.220
ITA A Graziano PELLÉ 20 3 2 0 793
BEL DM Sebastien POCOGNOLI 25 2 5 0 1.881
DEN MD Simon POULSEN 11 0 1 0 606
ARG G Sergio ROMERO 28 0 0 0 2.433
NED M Stijn SCHAARS 29 0 6 1 2.445
BEL D Gill SWERTS 27 2 1 1 2.213
NED M Nick VAN DER VELDEN 20 1 1 0 958
NED M Marko VEJINOVIC 3 0 0 0 122

 
A Táctica

AZ Alkmaar: táctica

 

Treinador Campeão

Louis van Gaal
foto © REUTERS

LOUIS VAN GAAL

Depois de uma época desastrosa, em que acabaram por ser os jogadores a segurarem-no no comando técnico do AZ, o polémico Louis van Gaal renasceu das cinzas e conduziu o clube de Alkmaar ao 2º campeonato holandês do seu historial, quebrando um jejum de 18 anos de títulos nacionais. Um triunfo indiscutível, da equipa mais consistente ao longo da temporada, onde a força do colectivo imperou, reflexo do trabalho de enorme rigor que o técnico desenvolveu, suportado pela aposta no 4x4x2 clássico como modelo principal, enquanto que o 4x3x3 e o 4x2x3x1 surgiram como principais alternativas. Com o ego renascido, depois de uma década negra, van Gaal, que somou o seu 6º título de campeão nacional – quarto na Holanda –, rumará ao Bayern de Munique no novo exercício.

 

Equipas-Tipo

[accordion title=”FC TWENTE“]

FC Twente[/accordion]

[accordion title=”AJAX“]

Ajax[/accordion]

[accordion title=”PSV EINDHOVEN“]

PSV Eindhoven[/accordion]

[accordion title=”SC HEERENVEEN“]

SC Heerenveen[/accordion]

[accordion title=”FC GRONINGEN“]

FC Groningen[/accordion]

[accordion title=”FEYENOORD“]

Feyenoord[/accordion]

[accordion title=”NAC BREDA“]

NAC Breda[/accordion]

[accordion title=”FC UTRECHT“]

FC Utrecht[/accordion]

[accordion title=”VITESSE“]

Vitesse[/accordion]

[accordion title=”NEC NIJMEGEN“]

NEC Nijmegen[/accordion]

[accordion title=”WILLEM II“]

Willem II[/accordion]

[accordion title=”SPARTA ROTTERDAM“]

Sparta Rotterdam[/accordion]

[accordion title=”ADO DEN HAAG“]

ADO Den Haag[/accordion]

[accordion title=”HERACLES ALMELO“]

Heracles Almelo[/accordion]

[accordion title=”RODA JC“]

Roda JC[/accordion]

[accordion title=”DE GRAAFSCHAP“]

De Graafschap[/accordion]

[accordion title=”FC VOLENDAM“]

FC Volendam[/accordion]

 

O «ONZE» DO ANO

Holanda 2008/09: onze do ano

 

Figuras da Época

Sergio Romero
foto © azfanpage.nl

Sergio Romero (AZ Alkmaar)

Ronnie Stam
foto © rnw.nl

Ronnie Stam (FC Twente/NAC Breda)

Andreas Granqvist
foto © rtvnoord.nl

Andreas Granqvist (FC Groningen)

Jan Vertonghen
foto © ajax.nl

Jan Vertonghen (Ajax)

Edson Braafheid
foto © Getty Images

Edson Braafheid (FC Twente)

Demy De Zeeuw
foto © voetbalmagazine.nl

Demy De Zeeuw (AZ Alkmaar)

Ibrahim Afellay
foto © 6voor1.nl

Ibrahim Afellay (PSV Eindhoven)

Danijel Pranjic
foto © feanonline.nl

Danijel Pranjic (SC Heerenveen)

Luis Suárez
foto © ajax.nieuwslog.nl

Luis Suárez (Ajax)

Eljero Elia
foto © fct-enter.nl

Eljero Elia (FC Twente)

Mounir El Hamdaoui
foto © ANP

Mounir El Hamdaoui (AZ Alkmaar)

 
foto de abertura © az.nl


Rui Malheiro

 
analista de futebol, scout e autor. freelancer. escreveu Anuário do Futebol 2008/09 e Anuário do Futebol 2009/10.