Islândia 2008

FH
FH

Balanço

U

m final de Liga dramático permitiu ao FH, tricampeão entre 2004 e 2006, regressar ao topo do futebol islandês em 2008, superando, em cima da linha de chegada, o Keflavík, clube que acusou a responsabilidade de poder colocar um ponto final num longo jejum de 35 anos sem títulos. Se a luta a dois pelo campeonato começou a definir-se ainda na primeira volta, o Keflavík, fruto de uma série de 12 jogos consecutivos sem perder, chegou à penúltima jornada da prova com uma confortável vantagem de 8 pontos sobre o FH, que, ainda com um jogo em atraso, o qual viria a vencer, mantinha uma pequena esperança de um volte de face no topo da classificação. A vitória do FH sobre o Keflavík (3-2), graças a um golo nos descontos de Atli Viðar Björnsson, adiou a grande decisão para a última jornada, onde as equipas surgiram separadas por dois pontos. Ao Keflavík, que recebia o FRAM, até o empate poderia chegar, mas depois de se ter colocado em vantagem com um golo de Símun Samuelsen, viu o FRAM, de forma surpreendente, dar a volta ao marcador nos últimos vinte e cinco minutos da partida, o que possibilitou ao FH, que venceu na deslocação ao tranquilo Fylkir (2-0), celebrar a conquista do 4º título do seu historial.

 

Classificação:

 1.FH              22 15  2  5  50-25  47  Campeão; Liga Campeões (2ª pré)
 2.Keflavík        22 14  4  4  54-31  46  Liga Europa (1ª pré)
 3.Fram            22 13  1  8  31-21  40  Liga Europa (1ª pré)
 4.KR              22 12  3  7  38-23  39  Liga Europa (2ª pré)
 5.Valur           22 11  2  9  34-28  35  
 6.Fjölnir         22 10  1 11  39-33  31  
 7.Grindavík       22  9  4  9  29-36  31  
 8.Breiðablik      22  8  6  8  41-36  30  
 9.Fylkir          22  6  4 12  24-40  22  
10.Þróttur         22  5  7 10  28-46  22  
-----------------------------------------
11.HK              22  5  3 14  26-47  18  Despromovido
12.ÍA              22  2  7 13  18-46  13  Despromovido

 

Quem Subiu:

ÍBV e Stjarnan.

 

Melhores Marcadores

Guðmundur STEINARSSON (Keflavík), 16
Björgólfur Hideaki TAKEFUSA (KR), 14
Tryggvi GUÐMUNDSSON (FH), 12
Atli Viðar BJÖRNSSON (FH), 11
Helgi SIGURÐSSON (Valur), 10
Gunnar Már GUÐMUNDSSON (Fjölnir), 10
Nenad ZIVANOVIC (Breiðablik), 9
Pétur Georg MARKAN (Fjolnir), 9
Guðjón BALDVINSSON (KR), 9
Hjörtur Júlíus HJARTARSON (Þrottur Reykjavík), 9
Ívar BJÖRNSSON (Fram), 8

 

Treinador Campeão

Heimir Guðjónsson
foto © fotbolti.net

HEIMIR GUÐJÓNSSON (FH)

Campeão islandês pelo FH, como jogador, em 2004 e 2005, e como técnico adjunto, em 2006, este antigo internacional AA islandês, de 39 anos, assumiu, no início de 2008, a difícil sucessão de Ólafur Jóhannesson, o técnico que orientou a equipa de Hafnarfjordur entre 2002 e 2007, transformando-a na mais forte do futebol islandês. Adepto do 4x4x2, com os goleadores Atli Viðar Björnsson e Tryggvi Guðmundsson em cunha no ataque, conduziu o FH a um título – o quarto nos últimos cinco anos – com tanto de saboroso como de sofrido.

 

Estrela da Época

Guðmundur Steinarsson
foto © vf.is

GUÐMUNDUR STEINARSSON (KEFLAVÍK)

 

Dados Relevantes

O Campeão

4º título da história do FH, clube que recuperou o campeonato que perdera na última temporada para o Valur. Foi, assim, o 4º título da formação de Hafnarfjordur nos últimos 5 anos, depois do tricampeonato entre 2004 e 2006.

Clubes com mais títulos

KR (24), Valur (20), Fram e ÍA (18), Víkingur (5).

Média de golos

3,1 golos por jogo. Representou um decréscimo de 0,1 em relação à temporada anterior (média de 3,0 golos por jogo).

Jogo com mais golos

Breiðablik – Grindavík (3-6).

Maiores goleadas

Breiðablik – ÍA (6-1), HK – Fjölnir (1-6) e Keflavík – Þróttur (5-0).

O melhor marcador

Guðmundur Steinarsson (Keflavík)
16 golos em 21 jogos
11 golos apontados em casa e 5 em jogos extramuros
8 golos obtidos na primeira parte e 8 na segunda parte
Marcou golos em 13 partidas: dez golos foram «solitários», juntando ainda três «duplas».

 

Taça

4-10-2008
KR, 1 (Kristján Hauksson, 89., na própria baliza)
Fjölnir, 0

 

Supertaça

Valur, 2
FH, 1

 

Taça da Liga

1-5-2008
Valur, 4 (Dennis Bo Mortensen, 4. e 29., Atli Sveinn Þórarinsson, 50., Pálmi Rafn Pálmason, 90.)
FRAM, 1 (Hjálmar Þórarinsson, 33., de grande penalidade)

 
foto de abertura © Haraldur Guðjónsson


Rui Malheiro

 
analista de futebol, scout e autor. freelancer. escreveu Anuário do Futebol 2008/09 e Anuário do Futebol 2009/10.