Israel 2008/09

Maccabi Haifa
Maccabi Haifa

Balanço

N

a dianteira da Liga do início até ao fim da temporada, o Maccabi Haifa concretizou o objectivo de voltar ao topo do futebol israelita, depois da decepção de dois quintos lugares consecutivos, que levaram a Direcção do clube a substituir o histórico Ronny Levy, tricampeão pelos «Verdes» entre 2003 e 2006, por Elisha Levy, um técnico com um largo trajecto nas duas principais divisões e que nunca tivera a oportunidade de orientar um «grande». Uma aposta que se revelou extremamente feliz, já que Elisha Levy montou uma equipa extremamente competitiva, onde jogadores oriundos da «cantera», como Kayal, Refaelov ou o «joker» Golasa, de apenas 17 anos, assumiram um papel determinante. Para além disso, mostrou astúcia a enfrentar os momentos mais negativos da época – dupla derrota nas jornadas 20 e 21 e três empates entre as rondas 24 e 29 –, que permitiram ao Hapoel Tel-Aviv reentrar na luta pelo lugar cimeiro do campeonato, não deixando a equipa ceder ao acréscimo de pressão intrínseco à situação. O triunfo sobre o Hapoel, à 31ª jornada, graças a um golo do internacional israelita Yaniv Katan, acabou por se revelar decisivo para definir a questão do título, que seria definitivamente confirmado na ronda seguinte com uma preciosa vitória no terreno do Maccabi Netanya (2-0). Protagonista de um exercício muito aquém das expectativas, o bicampeão Beitar Jerusalem ficou precocemente afastado da luta pelo título. A saída de jogadores nucleares, como Yoav Ziv, Gal Alberman ou Derek Boateng, a instabilidade no comando técnico e a nível financeiro – que impediu a inscrição nas provas europeias em 2009/10 –, como também os inúmeros problemas provocados pelos adeptos, que conduziram à perda de 3 pontos na secretaria, ajudam a explicar a época tumultuosa do ex-campeão. A vitória na Taça, diante do Maccabi Haifa, acabou por ser a coroa de glória da temporada dos «Leões», até pela superioridade com quem foi obtida, já que o novo campeão só conseguiu aparecer no jogo nos últimos 10 minutos, quando o Beitar estava reduzido a 10 unidades.

 

Classificação:

 1.Maccabi Haifa               33  19 10  4  49-24  67  Campeão; L.Campeões (2ª pré)
 2.Hapoel Tel-Aviv             33  17 10  6  49-28  61  Liga Europa (3ª pré)
 3.Beitar Jerusalem            33  16 12  5  47-28  57  [-3]
 4.Maccabi Netanya             33  14 12  7  40-32  54  Liga Europa (2ª pré)
 5.Bnei-Yehuda                 33  14  7 12  38-31  49  Liga Europa (1ª pré)
 6.Maccabi Tel-Aviv            33  11 11 11  36-35  44
 7.Maccabi Petah-Tikva         33   8 15 10  26-33  39
 8.M.S. Ashdod                 33  10  8 15  41-48  38
 9.Bnei-Sakhnin                33   7 12 14  26-41  33
10.Hapoel Petah-Tikva          33   8  7 18  30-42  31
 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
11.Hakoah Amidar Ramat-Gan     33   6 11 16  26-46  29  Playoff
------------------------------------------------------
12.Ironi Kiriat-Shmona         33   6  9 18  24-44  27  Despromovido

Notas:
– O Beitar Jerusalem foi penalizado com a perda de 3 pontos: 2 no início de época, devido a uma invasão de campo em 2007/08, e 1 por comportamentos racistas dos adeptos. Ao não preencher os requisitos necessários para participar nas competições europeias em 2009/10, o Beitar Jerusalem foi excluído e substituído pelo Bnei-Yehuda.

– A Liga israelita será alargada para 16 clubes de 2009/10, o que motivou a promoção automática dos 5 melhores classificados da 2ªDivisão.

 

Playoff

[entre o Hakoah Amidar Ramat-Gan, 11º classificado da 1ªDivisão, e o Maccabi Akhi-Nazrat, 6º classificado da 2ªDivisão]

Maccabi Akhi-Nazrat – Hakoah Amidar Ramat-Gan, 2-1
Hakoah Amidar Ramat-Gan – Maccabi Akhi-Nazrat, 1-2

O Hakoah Amidar Ramat-Gan desceu à 2ªDivisão.
O Maccabi Akhi-Nazrat garantiu a promoção à 1ªDivisão.

 

Quem Subiu:

Hapoel Haifa, Hapoel Acco, Hapoel Be’er-Sheva, Hapoel Ramat-Gan, Hapoel Raanana.
+ Maccabi Akhi-Nazrat (via Playoff).

 

Melhores Marcadores

Barak ITZHAKI (Beitar Jerusalem), 14
Shimon ABUHATZIRA (Hapoel Petah-Tikva), 14
Eliran ATAR (Bnei Yehuda), 14
Samuel YEBOAH (Hapoel Tel Aviv), 13
Dimitar MAKRIEV (MS Ashdod), 11
Thembinkosi FANTENI (Maccabi Haifa), 11
David REVIVO (MS Ashdod), 10
Pedro GALVÁN (Bnei Yehuda), 10
Maor Bar BUZAGLO (Maccabi Tel Aviv), 9
Lior REFAELOV (Maccabi Haifa), 9
Shalev MENASHE (Maccabi Netanya), 8
Idan SHRIKI (MS Ashdod), 8
Barak BADASH (Hakoah Amidar Ramat-Gan), 8
Itay SHECHTER (Maccabi Netanya), 7
Aviram BARUCHYAN (Beitar Jerusalem), 7
Lior ASULIN (Maccabi Petah-Tikva), 7
Amit BEN SHUSHAN (Beitar Jerusalem), 7
Eran ZHAVI (Hapoel Tel Aviv), 7
Yaniv KATAN (Maccabi Haifa), 6
Samadu AWUDU (Bnei-Sakhnin), 6
Pablo BASTIANINI (Maccabi Petah-Tikva), 6
Youval AVIDOR (Ironi Kiriat-Shmona), 6
Assi BALDUT (Bnei Yehuda), 6

 

Dados Relevantes

O Campeão

11º título do Maccabi Haifa, clube que já não vencia a competição desde 2005/06. Foi o 5º campeonato israelita conquistado pelos «Verdes» na última década, impedindo o Beitar Jerusalem de alcançar o «tri»

Clubes com mais títulos

Maccabi Tel-Aviv (18), Maccabi Haifa (11), Hapoel Tel-Aviv (10), Beitar Jerusalem e Hapoel Petah-Tikva (6), Maccabi Netanya (5), Hakoah Amidar Ramat-Gan e Hapoel Beer-Sheva (2).

Média de golos

2,2 golos por jogo. Representou um decréscimo de 0,1 em relação à temporada anterior (média de 2,3 golos por jogo).

Jogos com mais golos

Hakoah Amidar Ramat-Gan – Beitar Jerusalem (2-4), MS Ashdod – Bnei-Sakhnin (2-4) e MS Ashdod – Maccabi Netanya (3-3).

Maiores goleadas

Hapoel Tel-Aviv – Beitar Jerusalem (4-0) e Beitar Jerusalem – Hakoah Amidar Ramat-Gan (4-0).

O melhor marcador

Barak Itzhaki (Beitar Jerusalem), Shimon Abuhatzira (Hapoel Petah-Tikva) e Eliran Atar (Bnei Yehuda) partilharam o título de melhor marcador do campeonato.

Barak Itzhaki (Beitar Jerusalem)
14 golos em 31 jogos
7 golos apontados em casa e 7 em jogos extramuros
8 golos obtidos na primeira parte e 6 na segunda parte
Marcou golos em 11 partidas: oito golos foram «solitários», juntando ainda três «duplas».

Shimon Abuhatzira (Hapoel Petah-Tikva)
14 golos em 28 jogos
5 golos apontados em casa e 9 em jogos extramuros
8 golos obtidos na primeira parte e 6 na segunda parte
Marcou golos em 12 partidas: dez golos foram «solitários», juntando ainda duas «duplas».

Eliran Atar (Bnei Yehuda)
14 golos em 27 jogos
8 golos apontados em casa e 6 em jogos extramuros
6 golos obtidos na primeira parte e 8 na segunda parte
Marcou golos em 12 partidas: dez golos foram «solitários», juntando ainda duas «duplas».

 

Taça

26-5-2009
Maccabi Haifa, 1 (Beram Kayal, 88., de grande penalidade)
Beitar Jerusalem, 2 (Christian Álvarez, 19., Aviram Baruchyan, 38.)

 

Taça da Liga (TOTO Cup)

4-2-2009
Maccabi Tel-Aviv, 1 (Yossi Shivhon, 60.)
MS Ashdod, 0

 

MACCABI HAIFA: O CAMPEÃO

 
Estatísticas

Nac. Pos. Nome J G A V Min.
ISR DM Omri AFEK 14 0 3 0 458
ISR A Shlomi ARBAITMAN 28 5 2 0 1.207
COL M John Jairo CULMA 30 0 9 0 2.607
ISR G Nir DAVIDOVITCH 22 0 3 0 1.980
ISR G Amir EDRI 11 0 2 0 990
RSA A Thembinkosi FANTENI 30 11 7 0 2.141
ISR D Roni GAFNI 4 0 0 1 162
ISR AM Muhammad GHADIR 14 1 0 0 451
ISR M Eyal GOLASA 27 1 1 0 1.089
BRA M GUSTAVO Boccoli 33 4 2 0 2.486
ISR D Alon HARAZI 24 0 1 0 1.824
ISR MA Yaniv KATAN 31 6 7 0 2.700
ISR D Dekel KEINAN 28 3 8 2 2.427
ISR M Biram KAYAL 30 4 3 0 2.291
UKR D Leo KRUPNIK 30 0 5 0 2.700
ISR D Shai MAIMON 6 1 2 0 306
RSA D Tsepo Peter MASILELA 32 0 3 0 2.803
ISR D Eyal MESHUMAR 18 1 1 0 1.161
GHA AM Ransford OSEI 11 1 1 0 488
ISR M Lior REFAELOV 33 9 4 0 2.039
NGA D Anderson WEST 3 0 1 0 225
ISR M Israel ZAGURI 2 0 0 0 21

 
A Táctica

Maccabi Haifa: táctica

 

Treinador Campeão

Elisha Levy
foto © GEPA

ELISHA LEVY

Técnico experiente, de 51 anos, foi o escolhido para assumir a sucessão do histórico Ronny Levy, o treinador que guiou o Maccabi Haifa ao único tricampeonato do seu palmarés. Especialista em subidas de divisão – 4 ao longo da sua carreira – teve finalmente a oportunidade de treinar um dos «grandes» do futebol israelita e justificou-a, ao conduzir os «Verdes» ao título e à final da Taça. O 4x4x1x1, ao qual aliou rigor táctico a uma ideia de jogo ofensiva, foi o seu modelo táctico preferencial, mas não se inibiu de recorrer a outros esquemas, como o 4x2x3x1, o 4x3x3 e o 4x4x2, adaptando a equipa às especificidades e circunstâncias de cada jogo. Escudado num «onze base» que sofreu muito poucas alterações ao longo da temporada, Levy recorreu, inúmeras vezes, nas segundas partes, ao «joker» Eyal Golasa, jogador capaz de desempenhar todos os postos do sector intermediário e que, aos 17 anos, é apontado como uma das grandes promessas do futebol israelita.

 

O «ONZE» DO ANO

Israel 2008/09: onze do ano

 

Figuras da Época

Vincent Enyeama
foto © Reuters

Vincent Enyeama (Hapoel Tel-Aviv)

Klemi Saban
foto © sports.walla.co.il

Klemi Saban (Maccabi Netanya)

Dekel Keinan
foto © sports.walla.co.il

Dekel Keinan (Maccabi Haifa)

Douglas
foto © tags.walla.co.il

Douglas (Hapoel Tel-Aviv)

Dedi Ben Dayan
foto © kufsa.co.il

Dedi Ben Dayan (Maccabi Netanya)

Biram Kayal
foto © news.walla.co.il

Biram Kayal (Maccabi Haifa)

Maor Bar Buzaglo
foto © tags.walla.co.il

Maor Bar Buzaglo (Maccabi Tel-Aviv)

Aviram Baruchyan
foto © sports.walla.co.il

Aviram Baruchyan (Beitar Jerusalem)

Lior Refaelov
foto © sports.walla.co.il

Lior Refaelov (Maccabi Haifa)

Eliran Atar
foto © sports.walla.co.il

Eliran Atar (Bnei Yehuda)

Samuel Yeboah
foto © GEPA

Samuel Yeboah (Hapoel Tel-Aviv)

 
foto de abertura © footiewallpapers.com


Rui Malheiro

 
analista de futebol, scout e autor. freelancer. escreveu Anuário do Futebol 2008/09 e Anuário do Futebol 2009/10.