Itália 2008/09: Catania

Catania
Catania

CALCIO CATANIA: 15º CLASSIFICADO

D

epois de ter passado por grandes dificuldades para assegurar a manutenção em 2007/08, confirmada a apenas cinco minutos do fim do exercício, o Catania abordou a nova temporada, a sua terceira consecutiva no principal escalão do futebol italiano, com o objectivo de alcançar a permanência sem grandes sobressaltos, isto apesar de ter perdido a sua maior figura, o internacional peruano Vargas transferido para a Fiorentina, e de não se ter mostrado particularmente fulgurante no ataque ao «Mercado», onde o romeno Dica – que não se conseguiria a adaptar à maior rigidez do Calcio -, o argentino Ledesma e o avançado Paolucci surgiam como principais reforços da formação orientada por Walter Zenga. Um primeiro terço excelente de Serie A, com 6 vitórias e 3 empates nas primeiras 12 jornadas, permitiu aos «Rossazzurri» colarem-se à zona europeia e tornou-os na principal revelação da fase inicial da prova, o que elevou as expectativas dos seus adeptos. No entanto, os «Elefanti» caíram assustadoramente de produção e mostraram dificuldades para se adaptarem às permanentes alterações de sistema táctico de Zenga, o que fez com que passassem a segunda metade da Serie A na metade baixa da classificação, ainda que distantes dos lugares de descida. Prova disso mesmo, o facto de a manutenção ter sido certificada a 3 jornadas do fim da prova, tirando partido de um percurso positivo em casa, que contrastou com o paupérrimo trajecto como visitante, onde apenas somou 9 pontos, o pior registo extramuros a par do Torino.

 
Estatísticas

Catania: estatísticas

 
Treinador

Catania: treinador

 
Equipa Tipo

Catania: táctica

 
A Figura

Giuseppe Mascara
foto © Getty Images

Giuseppe Mascara

 
foto de abertura © Reuters


Rui Malheiro

 
analista de futebol, scout e autor. freelancer. escreveu Anuário do Futebol 2008/09 e Anuário do Futebol 2009/10.