Itália 2008/09: Siena

Siena
Siena

AC SIENA: 14º CLASSIFICADO

H

abituado a passar por grandes dificuldades para assegurar a manutenção no escalão principal, o Siena não redefiniu os seus objectivos na abordagem à sexta temporada consecutiva na Serie A, que passavam, mais uma vez, por evitar a descida à Serie B. A saída do técnico Mario Beretta, pelo segundo ano consecutivo demitido após assegurar a permanência, marcou um defeso agitado pelas transferências dos defesas Loria e De Ceglie, ao conferirem algum fulgor financeiro para os «Bianconeri» atacarem o «Mercado», de forma a oferecer mais e melhores soluções a Marco Giampaolo, o novo treinador do clube. A aposta numa ideia de jogo ultra-defensiva, quase sempre com 11 jogadores atrás da linha da bola, permitiu ao Siena realizar um trajecto sólido ao longo da temporada, posicionando-se entre o 12º e o 15º lugar da tabela classificativa, e gerir, sobretudo na fase decisiva do exercício, uma confortável margem pontual sobre a zona de despromoção. Se é certo que os avançados do Siena pecaram pela pouca objectividade, o que fica atestado no segundo pior ataque da Serie A – 33 golos apontados -, a boa organização defensiva e grande solidez táctica, bem expressas no 6º melhor registo defensivo da competição – 44 golos sofridos -, conduziram os «Robur» à permanência, definitivamente abonada à 35ª jornada, após uma vitória caseira sobre o Palermo (1-0).

 
Estatísticas

Siena: estatísticas

 
Treinador

Siena: treinador

 
Equipa Tipo

Siena: táctica

 
A Figura

Daniele Galloppa
foto © corrieredellosport.it

Daniele Galloppa

 
foto de abertura © AP


Rui Malheiro

 
analista de futebol, scout e autor. freelancer. escreveu Anuário do Futebol 2008/09 e Anuário do Futebol 2009/10.