Posted 11/06/2011 by Rui Malheiro in Observatório
 
 

James Rodríguez

James Rodríguez
James Rodríguez

James Rodríguez (FC Porto)

 

Perfil

Torneio de Toulon 2011

Grande revelação do Torneio Ponyfútbol 2004, quando ainda representava a Academia Tolimense, tornou-se no alvo preferencial de vários olheiros de clubes do seu País, o que motivou a sua transferência para o Envigado, emblema onde prosseguiu o seu processo de formação e se estreou, com apenas 14 anos, pela equipa principal, o que lhe abriu as portas das Selecções inferiores colombianas, pelas quais marcou presença no Mundial Sub-17 de 2007. Transferido, em 2008, para o Banfield, clube onde concluiu a sua etapa de formação, tornar-se-ia no jogador estrangeiro mais jovem de sempre a estrear-se, a marcar um golo e a sagrar-se campeão – vencedor do Apertura 2009 – na principal Liga argentina. 9 golos e 8 assistências em 38 jogos oficiais – entre campeonato e Libertadores -, durante a temporada 2009/10, despertaram a cobiça de Udinese, Juventus, Lazio, Espanyol e Benfica, mas acabaria por se transferir, em Julho de 2010, para o FC Porto, a troco de 5,1 milhões de euros por 70 por cento do seu passe. Integrado lentamente na equipa principal dos «Dragões», assumiria um papel determinante na segunda metade da temporada, contribuindo com 6 golos e 18 assistências para os triunfos na Liga, Taça de Portugal – melhor em campo na final diante do Vitória de Guimarães (6-2), ao juntar 3 golos a 1 assistência – e Liga Europa. Eleito melhor jogador de Toulon 2011, James «Bam Bam» Rodríguez foi decisivo no triunfo da selecção colombiana na competição, ao juntar 2 golos – ambos de grande penalidade – a 4 assistências para finalizações vitoriosas. Unidade móvel de ligação entre o meio-campo ofensivo e o ataque, James Rodríguez gosta de usufruir de liberdade para aparecer à esquerda, à direita ou ao centro, o seu espaço preferencial. Muito forte a assumir acções de condução de jogo, ainda que, em várias situações, se exceda em iniciativas individuais, promove muitos desequilíbrios no um para um, ao tirar partido da sua capacidade técnica e poder de drible, caracteríticas a que consegue juntar velocidade – mesmo não sendo um sprinter -, agilidade e potência, explorando o seu desenvolvimento físico desde que chegou ao futebol europeu. Capaz de executar com qualidade a um-dois toques e dotado de uma muito boa visão de jogo, mostra-se temível a realizar passes de ruptura e cruzamentos – em bola corrida e parada -, o que lhe permite proporcionar várias assistências para situações de finalização. A sua mobilidade e poder de desmarcação garantem-lhe o aparecimento em zonas de remate, dentro e fora da área, de forma a tirar partido do seu disparo com o pé esquerdo, como também se revela num especialista na execução de lances de bola parada: assume, com grande qualidade, a marcação de grandes penalidades, livres directos, livres laterais e pontapés de canto.

 

James David Rodríguez Rubio

Data de Nascimento: 12 – 07 – 1991
Nacionalidade: Colômbia
Altura: 1.82
Peso: 78
Posição: Médio Ofensivo; Médio Ala Esquerdo; Médio Ala Direito; Avançado
Internacional Sub-20 pela Colômbia

ÉPOCA CLUBE JOGOS GOLOS
2007 Envigado
2008 Envigado
2008/09 Banfield 1 (11) 1
2009/10 Banfield 29 (1) 4
2010/11 FC Porto 10 (5) 2
2011/12 FC Porto 20 (6) 13
2012/13 FC Porto

 

Multimédia

 

 

foto © AP


Rui Malheiro

 
analista de futebol, scout e autor. freelancer. escreveu Anuário do Futebol 2008/09 e Anuário do Futebol 2009/10.