Luxemburgo 2008/09

F91 Dudelange
F91 Dudelange

Balanço

G

rande dominador da última década do futebol luxemburguês, ao somar 8 dos últimos 10 títulos, o Dudelange fez jus à sua condição de grande favorito e alcançou a terceira «dobradinha» do seu historial. O triunfo da Liga, o quinto consecutivo, todos sob o comando técnico do francês Michel Leflochmoan, foi alcançado com grande serenidade, já que desde que assumiu a liderança à 9ª jornada não mais a largou, gerindo a vantagem que criou sobre os mais directos rivais, entre os quais se destacou o Differdange, muito graças ao poderio ofensivo de Pierre Piskor, o jovem avançado francês que juntou o título de melhor marcador ao de jogador do ano. Do trajecto vitorioso do Dudelange realce para o facto de ter alcançado tantos pontos em casa – onde sofreu as duas derrotas da temporada – como extramuros, para além de ter aliado, com grande superioridade sobre os concorrentes, o ataque mais produtivo (70 golos marcados) e a defesa menos batida (18 golos sofridos). Ao título, definitivamente confirmado a duas jornadas do fim, os «Vermelhos e amarelos», onde alinham os luso-descendentes Raphael Rodrigues (2 jogos) e Daniel Da Mota (25 jogos/7 golos), juntaram a conquista da Taça, depois de golearem o Käerjéng na final.

 

Classificação:

 1.F91 Dudelange           26  19  5  2  70-18  62  Campeão; Liga Campeões (2ªPré)
 2.FC Differdange 03       26  15  6  5  51-37  51  Liga Europa (2ª pré)
 3.CS Grevenmacher         26  12 10  4  55-29  46  Liga Europa (1ª pré)
 4.CS Jeunesse d'Esch      26  12 10  4  45-27  46  
 5.CS Fola Esch/Alzette    26  11  6  9  43-42  39
 6.FC RM Hamm Benfica      26  10  7  9  38-29  37
 7.Progrès Niedercorn      26   9  9  8  53-44  36
 8.Etzella Ettelbruck      26   8  8 10  43-48  32
 9.UN Käerjéng 97          26   9  4 13  39-42  31  Liga Europa (1ª pré)
10.Racing FC Union Luxemb. 26   8  6 12  45-48  30
11.Swift Hesperange        26   8  5 13  29-41  29
 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
12.US Rumelange            26   7  6 13  34-48  27  Playoff
--------------------------------------------------
13.Sporting Steinfort      26   5  6 15  21-54  21  Despromovido
14.Avenir Beggen           26   3  4 19  16-75  13  Despromovido

 

Playoff

[entre o US Rumelange, 12º classificado da 1ªDivisão, e o FC Erpeldange 72, 3º classificado da 2ªDivisão]

US Rumelange – FC Erpeldange 72, 2-0

– O US Rumelange assegurou a manutenção na 1ªDivisão.

 

Quem Subiu:

CS Pétange, FC Mondercange.

 

Melhores Marcadores

Pierre PISKOR (FC Differdange 03), 30
Daniel HUSS (CS Grevenmacher), 20
Didier CHAILLOU (Progrès Niedercorn), 19
Tomasz GRUSZCZYNSKI (F91 Dudelange), 16
Tony VAIRELLES (F91 Dudelange), 13
Romain ZEWE (Progrès Niedercorn), 13
Nicolas CALDIERI (Progrès Niedercorn), 12
Stephano BENSI (US Rumelange), 11
Soriba CAMARA (Racing FC Union Luxembourg), 11
FATIH SÖZEN (Swift Hesperange), 11
Loïc CANTONNET (CS Jeunesse d’Esch), 10
Djilali KEHAL (FC RM Hamm Benfica), 10
Jérémy LAROCHE (CS Jeunesse d’Esch), 10
Cédric MOUKOURI (Etzella Ettelbruck), 10

 

Treinador Campeão

Michel Leflochmoan
foto © Thorgal6767

MICHEL LEFLOCHMOAN (F91 DUDELANGE)

Experiente técnico francês, com um largo trajecto nas divisões inferiores em França e na Bélgica, assumiu, no Verão de 2004, o comando técnico do Dudelange, somando cinco títulos nacionais consecutivos. Cansado de vencer, este carismático técnico adepto do 4x4x2 clássico, anunciou a sua despedida após vencer a Taça do Luxemburgo que lhe garantiu a terceira «dobradinha», sendo certo que regressará ao Virton da Bélgica com o objectivo de promove-lo à 2ªDivisão.

 

Estrela da Época

Pierre Piskor
foto © sportspress.lu

PIERRE PISKOR (FC DIFFERDANGE 03)

 

Dados Relevantes

O Campeão

8º título da história do F91 Dudelange, clube que surgiu, em 1991, da fusão de Stade Dudelange – 10 vezes campeão luxemburguês -, Alliance e US Dudelange. O triunfo em 2008/09 valeu o 5º campeonato consecutivo, como também o 8º título nas últimas 10 temporadas, que o confirmam como grande dominador da última década do futebol luxemburguês.

Clubes com mais títulos

CS Jeunesse d’Esch (27), Spora Luxembourg e Union Luxembourg (11), Stade Dudelange (10) e F91 Dudelange (8).

Média de golos

3,2 golos por jogo. Representou um acréscimo de 0,1 em relação à temporada anterior (média de 3,1 golos por jogo).

Jogos com mais golos

F91 Dudelange – Sporting Steinfort (9-0) e Racing FC Union Luxembourg – Avenir Beggen (9-0).

Maiores goleadas

F91 Dudelange – Sporting Steinfort (9-0) e Racing FC Union Luxembourg – Avenir Beggen (9-0).

Portugueses

Entre as mais de seis dezenas de jogadores portugueses ou luso-descendentes que actuaram na principal Liga do Luxemburgo em 2008/09, dois sagraram-se campeões: o defesa/médio Raphael Rodrigues (2 jogos), de 20 anos, e o avançado Daniel Da Mota (25 jogos/7 golos), de 23 anos, uma das estrelas do campeonato, já internacional AA pelo Luxemburgo, e que graças ao seu bom rendimento no Etzella Ettelbruck, onde apontou 83 golos entre 2004 e 2008, levou o Dudelange a investir 65 mil euros na sua aquisição. Nota ainda para as boas prestações de Cláudio da Luz, polivalente do Etzella, que apontou 8 golos ao longo da época, e para Luís Duarte, avançado do Käerjeng, que totalizou 7, tantos quantos Mustapha Hadji, antigo jogador do Sporting e estrela da Selecção marroquina, que, aos 37 anos, representa o Fola Esch.

Os números dos 36 jogadores portugueses na Liga luxemburguesa 2008/09: Hélder Gonçalves (FC Differdange 03, 8 jogos/0 golos), Igor Pereira (FC Differdange 03, 8 jogos/0 golos), Bruno Ribeiro Alves (FC Differdange 03, 14 jogos/1 golo), João Pedro Bartolomeu Lopes (CS Fola Esch/Alzette, 2 jogos/0 golos), Carlos Ferreira Dória (CS Fola Esch/Alzette, 6 jogos/0 golos), Nuno Gonçalves (CS Fola Esch/Alzette, 4 jogos/0 golos), Ademar Moacir (CS Fola Esch/Alzette, 5 jogos/0 golos), Christopher Passos (CS Fola Esch/Alzette, 18 jogos/0 golos), Carlos Silva Helena (CS Fola Esch/Alzette, 13 jogos/3 golos), Cristiano Alves de Sousa (FC RM Hamm Benfica, 1 jogo/2 golos), Carlos da Silva (FC RM Hamm Benfica, 2 jogos/0 golos), Paulo Gomes (FC RM Hamm Benfica, 6 jogos/0 golos), Gabriel Malheiro Gonçalves (FC RM Hamm Benfica, 1 jogo/0 golos), Pedro Pinto Rodrigues (FC RM Hamm Benfica, 9 jogos/1 golo), Ricardo Ramires (FC RM Hamm Benfica, 11 jogos/3 golos), David Soares Marques (Progrès Niedercorn, 17 jogos/3 golos), Daniel Pereira (Etzella Ettelbruck, 4 jogos/0 golos), Paulo Jorge da Costa (UN Käerjéng 97, 19 jogos/0 golos), Luís Duarte (UN Käerjéng 97, 18 jogos/7 golos), Florian Mateus (UN Käerjéng 97, 15 jogos/0 golos), Telmo Matos (UN Käerjéng 97, 4 jogos/0 golos), Sérgio Silva Costa (UN Käerjéng 97, 22 jogos/0 golos), Ivan Faustino (Swift Hesperange, 9 jogos/0 golos), Miguel Mendes Batista (Swift Hesperange, 10 jogos/0 golos), Mário Lourenço Barbosa (US Rumelange, 9 jogos/2 golos), Pedro Ramires (US Rumelange, 20 jogos/1 golo), Samuel Amorim (Sporting Steinfort, 20 jogos/0 golos), Ângelo Mendes de Sousa (Sporting Steinfort, 6 jogos/0 golos), João Paulo da Silva (Avenir Beggen, 1 jogos/1 golo), Patrick de Almeida (Avenir Beggen, 11 jogos/1 golo), Ricardo Ferreira (Avenir Beggen, 24 jogos/3 golos), Bobby Mendes (Avenir Beggen, 25 jogos/0 golos), Patrick Minas-Fernandes (Avenir Beggen, 20 jogos/0 golos), Miguel Oliveira (Avenir Beggen, 4 jogos/0 golos), André Silva Antunes (Avenir Beggen, 3 jogos/0 golos), Gabriel Vieira (Avenir Beggen, 19 jogos/0 golos).

Os números dos 31 luso-descendentes que actuaram na Liga luxemburguesa 2008/09: Daniel Da Mota (F91 Dudelange, 25 jogos/7 golos), Raphael Rodrigues (F91 Dudelange, 2 jogos/0 golos), Pedro Ribeiro (FC Differdange 03, 13 jogos/2 golos), André Rodrigues Almeida (FC Differdange 03, 8 jogos/0 golos), Clayton de Sousa Moreira (CS Jeunesse d’Esch, 18 jogos/1 golo), Philippe Moreira (CS Jeunesse d’Esch, 1 jogo/0 golos), Marco Pires (CS Fola Esch/Alzette, 17 jogos/5 golos), Alex Semedo (CS Fola Esch/Alzette, 21 jogos/0 golos), Georges Ribeiro (Progrès Niedercorn, 4 jogos/0 golos), Cláudio da Luz (Etzella Ettelbruck, 26 jogos/8 golos), David Da Mota (Etzella Ettelbruck, 11 jogos/0 golos), Jorge Fernandes (Etzella Ettelbruck, 20 jogos/0 golos), Carlos Ferreira (Etzella Ettelbruck, 25 jogos/1 golo), Kevin Leite (UN Käerjéng 97, 15 jogos/1 golo), Michael Carvalho (Racing FC Union Luxembourg, 16 jogos/0 golos), Tiago Da Silva (Racing FC Union Luxembourg, 7 jogos/1 golo), Samuel Fontes (Racing FC Union Luxembourg, 8 jogos/0 golos), Marco Simões (Racing FC Union Luxembourg, 18 jogos/2 golos), Alain Mendes (Swift Hesperange, 23 jogos/4 golos), Steve Oliveira (Swift Hesperange, 9 jogos/1 golos), Aníbal Santos (Swift Hesperange, 21 jogos/0 golos), Cédéric Bastos (US Rumelange, 25 jogos/2 golos), Sérgio Da Costa (US Rumelange, 19 jogos/0 golos), Jonathan Da Silva (US Rumelange, 5 jogos/0 golos), Anthony Guerra (US Rumelange, 17 jogos/0 golos), Miguel Santos (US Rumelange, 20 jogos/1 golo), Felipe Couto Machado (Sporting Steinfort, 21 jogos/0 golos), Lucien Pina da Cruz (Sporting Steinfort, 4 jogos/0 golos), Carlos Vieira de Castro (Sporting Steinfort, 9 jogos/0 golos), Tiago Almeida Ferreira (Avenir Beggen, 9 jogos/0 golos), Márcio Matias (Avenir Beggen, 2 jogos/0 golos).

Treinadores

Dois treinadores portugueses orientaram clubes da Liga luxemburguesa em 2008/09: Manuel Peixoto, que realizou toda a temporada no Avenir Beggen, último classificado e despromovido à 2ªDivisão; e Álvaro da Cruz, técnico que começou a temporada no Racing FC Union Luxembourg, de onde sairia no 2º lugar da classificação após 7 jogos – 5 vitórias e 2 derrotas (ambas em casa) -, e terminou-a no Etzella Ettelbruck, clube que concluiu a época no 8º lugar.

Os números dos treinadores portugueses na Liga luxemburguesa 2008/09: Manuel Peixoto (Avenir Beggen, 26 jogos, 3 vitórias, 4 empates, 19 derrotas, 0,5 de média de pontos por jogo); Álvaro da Cruz (Racing FC Union Luxembourg (7 jogos) e Etzella Ettelbruck (18 jogos), 25 jogos, 11 vitórias, 7 empates, 7 derrotas, 1,6 de média de pontos por jogo).

O melhor marcador

Pierre Piskor (FC Differdange 03)
30 golos em 26 jogos
15 golos apontados em casa e 15 em jogos extramuros
11 golos obtidos na primeira parte e 19 na segunda parte
Marcou golos em 21 partidas: treze golos foram «solitários», aos quais juntou sete «duplas» e uma «tripla», obtida, à 4ª jornada, na deslocação ao terreno do Swift Hesperange.

 

Taça

30-5-2009
UN Käerjéng 97, 0
F91 Dudelange, 5 (Ronny Souto, 39., Tony Vairelles, 64. e 68., Daniel Da Mota, 73., Sébastien Remy, 90.)

 
foto © Krier Albert


Rui Malheiro

 
analista de futebol, scout e autor. freelancer. escreveu Anuário do Futebol 2008/09 e Anuário do Futebol 2009/10.