Roménia 2008/09

Unirea Urziceni
Unirea Urziceni

Balanço

H

á apenas três temporadas no escalão principal, o Unirea Urziceni espantou tudo e todos ao vencer a Liga romena em 2008/09, dando sequência ao excelente trabalho encetado no exercício anterior, que redundou na estreia nas competições europeias, depois de um 5º lugar e da presença na final da Taça. Indissociáveis deste êxito duas figuras de monta do futebol romeno: Mihai Stoica, polémico presidente do clube, posto que assumiu em 2007, depois de estar ligado a vários êxitos do Steaua Bucareste como director-geral; e Dan Petrescu, antigo internacional e treinador do clube há pouco mais de dois anos e meio, que conseguiu potenciar as qualidades de um conjunto de jogadores praticamente desconhecidos e conduziu-os ao sucesso com um investimento bem inferior à maior parte dos concorrentes ao título. Depois de um excelente arranque de época, com 6 vitórias nas primeiras 7 jornadas, o Unirea atravessou uma fase de maior inconstância, a que não foi alheio o interesse do Steaua em contratar Petrescu, mas também a maior pressão mediática sobre os jogadores, que acusaram a situação pouco habitual nas suas carreiras. Seria uma magnífica ponta final de Liga, com 9 vitórias e 3 empates em 12 jogos, a garantir a chegada do «Chelsea de Ialomita» à liderança a uma jornada do termo da prova, depois de deixar para trás FC Timisoara – após uma vitória fora de casa por 2-1 à 33ª jornada – e Dinamo Bucareste, que se digladiaram pelo posto cimeiro da classificação durante mais de dois terços da temporada. Um triunfo histórico para uma equipa surpreendente, que teve na sua enorme solidez defensiva a principal virtude, como atestam os 20 golos sofridos em 34 partidas, para além de ter conseguido vencer mais vezes fora (11) do que em casa (10), ainda que tenha totalizado o mesmo número de pontos como visitado e visitante (35). A defender o memorável título conquistado em 2007/08, o CFR Cluj efectuou uma temporada aquém das expectativas, que o afastou precocemente da luta pela revalidação do principal troféu do calendário romeno. O português António da Conceição, que começara a época no Trofense, foi o quarto técnico da formação de Cluj-Napoca ao longo da temporada e o que alcançou melhores resultados, como atesta o facto de ter guiado o clube ao 4º lugar final na Liga e à vitória na Taça da Roménia, onde bateu o FC Timisoara por um concludente 3-0.

 

Classificação:

 1.Unirea Urziceni         34 21  7  6  51-20 70  Campeão; L. Campeões (fase grupos)
 2.FC Timisoara            34 20  7  7  58-38 67  Liga Campeões (3ª pré)
 3.FC Dinamo Bucureste     34 20  5  9  56-30 65  Liga Europa (eliminatória acesso)
 4.CFR Cluj                34 16 11  7  44-26 59  Liga Europa (eliminatória acesso)
 5.SC Vaslui               34 17  6 11  44-37 57  Liga Europa (3ª pré)
 6.FC Steaua Bucureste     34 14 14  6  44-27 56  Liga Europa (2ª pré) 
 7.Universitatea Craiova   34 15 11  8  44-25 56  
 8.AFC Rapid Bucureste     34 16  7 11  44-34 55  
 9.FC Brasov               34 14 13  7  35-25 55  
10.FC Arges Pitesti        34 12  8 14  41-47 44  Despromovido [*]
11.Pandurii                34 11 10 13  27-36 43
12.Otelul Galati           34 11  7 16  37-48 40
13.Gloria Bistrita         34 11  5 18  32-44 38
14.Politehnica Iasi        34 10  7 17  32-47 37
-------------------------------------------------
15.CS Gaz Metan Medias     34 10  6 18  36-51 36  Despromovido[*]
16.FC Farul Constanta      34  8  6 20  27-56 30  Despromovido
17.CS Otopeni              34  5  7 22  32-54 22  Despromovido
18.Gloria Buzau            34  4  5 25  23-62 17  Despromovido

Notas:

– A Federação Romena de Futebol anunciou, em Julho de 2009, a despromoção, por via administrativa, do FC Arges Pitesti, 10º classificado em 2008/09. Essa decisão foi motivada pelo envolvimento de Cornel Penescu, dono do clube, num caso de corrupção. Com isso, o CS Gaz Metan Medias, 15º classificado em 2008/09, que havia descido à 2ªDivisão, foi repescado para participar na Liga principal em 2009/10.

 

Quem Subiu:

FC Ceahlaul, FC Unirea Alba Iulia, CS Municipal Ploiesti, FC International Curtea Arges.

 

Melhores Marcadores

Gheorghe BUCUR (FC Timisoara), 17
Florin COSTEA (Universitatea Craiova), 17
JULIANO SPADACIO (Rapid Bucureste), 16
Ionel DANCIULESCU (Dinamo Bucureste), 12
Marius NICULAE (Dinamo Bucuresti), 12
Pantelis KAPETANOS (Steaua Bucureste), 11
Bogdan STANCU (Steaua Bucureste), 11
Yssouf KONÉ (CFR Cluj), 10
Andrei CRISTEA (Politehnica Iasi), 9
Gabriel PARASCHIV (Otelul Galati), 9
Romeo SURDU (FC Brasov), 9
Mike TEMWANJIRA (SC Vaslui), 9
Marius BILASCO (Unirea Urziceni), 8
Cristian BUD (Gaz Metan Medias), 8
Francisco Fernandes «CHICO» (Farul Constanta), 8
Alexandru CURTEAN (FC Timisoara), 8
Marius ONOFRAS (Unirea Urziceni), 8
Florin BRATU (Dinamo Bucureste), 7
Pavel DULCEA (FC Arges Pitesti), 7
Liviu GANEA (CS Otopeni), 7
MANSOUR GUEYE (Gloria Buzau), 7
Artavadz KARAMYAN (FC Timisoara), 7
Bogdan MARA (CFR Cluj), 7
Iulian TAMES (FC Arges Pitesti), 7
WESLEY Lopes da Silva (SC Vaslui), 7

 

Dados Relevantes

O Campeão

1º título romeno do Unirea Urziceni, clube que cumpriu a sua terceira temporada no escalão principal. O Unirea Urziceni, que se sagrou campeão romeno da 3ªDivisão em 2002/03, garantiu, pela primeira vez, a subida ao escalão principal em 2005/06.

Clubes com mais títulos

Steaua Bucareste (23), Dinamo Bucareste (18), Venus Bucareste (8), Chinezul Timisoara e UT Arad (6), Ripensia Timisoara e Universitatea Craiova (4), Petrolul Ploiesti e Rapid Bucureste (3).

Mais vitórias

Unirea Urziceni (21).

Menos derrotas

Unirea Urziceni e Steaua Bucareste (6).

Melhor ataque

FC Timisoara (58).

Melhor defesa

Unirea Urziceni (20).

Menos empates

Gloria Buzau, Dinamo Bucareste e Gloria Bistrita (5).

Mais empates

Steaua Bucareste (14).

Menos vitórias

Gloria Buzau (4).

Mais derrotas

Gloria Buzau (25).

Pior ataque

Gloria Buzau (23).

Pior defesa

Gloria Buzau (62).

Melhor equipa nos jogos em casa

FC Timisoara (43). 14 vitórias, 1 empate e 2 derrotas.

Melhor equipa nos jogos fora de casa

Unirea Urziceni (35). 11 vitórias, 2 empates e 4 derrotas.

Melhor série de vitórias consecutivas

FC Timisoara (7).

Melhor série de jogos consecutivos sem perder

Unirea Urziceni (13).

Pior série de derrotas consecutivas

Gloria Buzau e CS Otopeni (7).

Pior série de jogos consecutivos sem vencer

Gloria Buzau (19).

Média de golos

2,3 golos por jogo. Exactamente a mesma do exercício anterior.

Jogos com mais golos

FC Arges Pitesti – Dinamo Bucareste (5-2), SC Vaslui – FC Timisoara (4-3), Gaz Metan Medias – Universitatea Craiova (2-5).

Maior goleada

CS Otopeni – Farul Constanta (6-0).

Resultados mais comuns

1-0 (80), 2-0 (50), 1-1 (39), 2-1 (37), 0-0 (20).

Percentagem de jogadores romenos utilizados na Liga

65,1%. Representou um significativo decréscimo de 8,3% em relação à época anterior (73,4%).

Equipa mais nacional

Gloria Bistrita – 91,1% de utilização de jogadores romenos.

Equipa menos nacional

CFR Cluj – 24,9% de utilização de jogadores romenos.
Apenas quatro das dezoito equipas participantes na Liga ficaram abaixo dos 50% de utilização de jogadores romenos: as outras foram SC Vaslui (33,6%), Rapid Bucareste (41,3%) e FC Timisoara (47,4%).

Países mais representados (utilização em jogos da Liga)

Roménia (65,1%), Portugal (6,5%), Brasil (5,1%), Sérvia (3,0%), Argentina (2,7%), Eslovénia e Eslováquia (1,5%).

Portugueses

Entre as mais de três dezenas de jogadores portugueses que disputaram o principal campeonato romeno, o destaque maior vai para Bruno Fernandes, antigo defesa de Belenenses e Aves, que se sagrou campeão pelo Unirea Urziceni, mas também sublinham-se os bons desempenhos de Chico, antigo avançado do Varzim, ao apontar 8 golos pelo despromovido Farul, e dos centrais João Paulo Andrade – realizou parte do exercício como médio centro – e Ricardo Fernandes, que apesar da época aquém das expectativas do Rapid, inicialmente orientado por José Peseiro, efectuaram um bom exercício que os cotou entre os jogadores mais regulares da competição. Já o forte contingente lusitano do CFR Cluj, formado por Nuno Claro, Tony, Cadú, André Leão, Manuel José e Dani, cedo ficou afastado da luta pelo bicampeonato, mas acabou a temporada a festejar, juntamente com o treinador António da Conceição, a vitória na Taça da Roménia.

Os números dos 34 jogadores portugueses na Liga romena 2008/09: Bruno Fernandes (luso-guineense, Unirea Urziceni, 19 jogos/0 golos); Pedro Taborda (FC Timisoara, 4 jogos/0 golos); Milhazes (FC Timisoara, 13 jogos/0 golos); Bruno Simão (Dinamo Bucareste, 10 jogos/0 golos); Nuno Claro (CFR Cluj, 11 jogos/0 golos); Cadú (CFR Cluj, 18 jogos/1 golo); Tony da Silva (luso-francês, CFR Cluj, 20 jogos/0 golos); André Leão (CFR Cluj, 5 jogos/0 golos); Dani (CFR Cluj, 30 jogos/1 golo); Manuel José (CFR Cluj, 4 jogos/0 golos); Semedo (CFR Cluj, 4 jogos/0 golos e Steaua Bucareste, 24 jogos/3 golos); Hugo Luz (SC Vaslui, 26 jogos/1 golo); Tiago Gomes (Steaua Bucareste, 24 jogos/0 golos); João Paulo Andrade (Rapid Bucareste, 27 jogos/4 golos); Ricardo Fernandes (Rapid Bucareste, 30 jogos/3 golos); João Paulo Pinto (Rapid Bucareste, 22 jogos/2 golos); Rui Duarte (FC Brasov, 26 jogos/0 golos); Paulo Adriano (FC Brasov, 31 jogos/0 golos); Mingote (Pandurii, 10 jogos/0 golos); João Pedro (Gloria Bistrita, 15 jogos/3 golos); Pedro Queirós (Gloria Bistrita, 1 jogo/0 golos); Emerson (luso-caboverdiano, Gloria Bistrita, 3 jogos/0 golos); Pedro Oliveira (Gloria Bistrita, 1 jogo/0 golos); Diogo Ramos (Gloria Bistrita, 20 jogos/3 golos); Nuno Viveiros (Politehnica Iasi, 32 jogos/0 golos); Chico (Farul Constanta, 30 jogos/8 golos); Nuno Diogo (CS Otopeni, 27 jogos/2 golos); Vitinha (CS Otopeni, 15 jogos/1 golo); Diogo Silva (Gloria Buzau, 23 jogos/1 golo); Luís Dias (Gloria Buzau, 21 jogos/0 golos); Filipe Falardo (Gloria Buzau, 9 jogos/1 golo); Pedro Moreira (Gloria Buzau, 14 jogos/0 golos); Pedro Russiano (Gloria Buzau, 7 jogos/0 golos); Jorge Tavares (Gloria Buzau, 16 jogos/0 golos).

Jogadores mais utilizados

– Dusan Kuciak, SC Vaslui, 34 jogos, 3060 minutos de utilização (totalista)
– Dorel Stoica, Universitatea Craiova, 34 jogos, 3060 minutos de utilização (totalista)
– Ovidiu Stefan Hoban, Gaz Metan Medias, 34 jogos, 3030 minutos de utilização
– Alin Nicu Chibulcutean, Pandurii, 34 jogos, 3015 minutos de utilização
– Stanislav Genchev, SC Vaslui, 34 jogos, 2933 minutos de utilização
– Ionel Daniel Danciulescu, Dinamo Bucareste, 34 jogos, 2806 minutos de utilização
– Ionut Bosneag, FC Arges Pitesti, 33 jogos, 2970 minutos de utilização
– Robinson Zapata, Steaua Bucareste, 33 jogos, 2910 minutos de utilização.

Jogadores com melhor média pontual

(entre os jogadores que completaram mais de metade da época: 18 jogos)

– Dejan Rusic, FC Timisoara, 2,318 (22 jogos)
– Bruno Fernandes, Unirea Urziceni, 2,263 (19 jogos)
– Dinu Marius Todoran, Unirea Urziceni, 2,227 (22 jogos)
– Dan Alexa, FC Timisoara, 2,200 (25 jogos)
– Marius Daniel Onofras, Unirea Urziceni, 2,136 (22 jogos)
– Giedrius Arlauskis, Unirea Urziceni, 2,133 (30 jogos).

O melhor marcador

Gheorghe Bucur, avançado do FC Timisoara, e Florin Costea, avançado do Universitatea Craiova, partilharam o título de melhor marcador do campeonato.

Gheorghe Bucur (FC Timisoara)
17 golos em 31 jogos
9 golos apontados em casa e 8 em jogos extramuros
11 golos obtidos na primeira parte e 6 na segunda parte
Marcou golos em 13 partidas: 9 golos foram «solitários», aos quais juntou 4 «duplas», três delas obtidas em jogos em casa.

Florin Costea (Universitatea Craiova)
17 golos em 33 jogos
7 golos apontados em casa e 10 em jogos extramuros
8 golos obtidos na primeira parte e 9 na segunda parte
Marcou golos em 14 partidas: 11 golos foram «solitários», aos quais juntou 3 «duplas», duas delas obtidas em jogos extramuros.

Jogador com a melhor série de jogos consecutivos a marcar golos

Florin Costea (Universitatea Craiova), 5.

Jogador mais eficaz

(entre os jogadores que completaram mais de metade da época: 18 jogos)

Adrian Voiculet (FC Arges Pitesti), 1 golo a cada 135 minutos de utilização.

Melhor «joker» – jogador com mais golos como suplente utilizado

Pantelis Kapetanos (Steaua Bucareste), 4 golos em 7 partidas como suplente utilizado.

Guarda-redes menos batido

(entre os jogadores que completaram mais de metade da época: 18 jogos)

Giedrius Arlauskis (Unirea Urziceni), 0,60 golos sofridos por jogo.

Guarda-redes com mais «balizas-virgens»

Giedrius Arlauskis (Unirea Urziceni), 14 em 30 jogos, e Mircea Bornescu (Universitatea Craiova), 14 em 32 jogos.

Guarda-redes com melhor percentagem de «balizas-virgens»

(entre os jogadores que completaram mais de metade da época: 18 jogos)

Bogdan Stelea (FC Brasov), 57,1% (12 em 23 jogos).

Guarda-redes que mais minutos esteve sem sofrer golos

Bogdan Stelea (FC Brasov), 706 minutos, numa série iniciada na 4ª jornada e que se prolongou até à 11ª jornada.

Treinadores

Três treinadores portugueses orientaram clubes da Liga romena em 2008/09: António da Conceição «Toni», que começara a temporada no Trofense, clube que conduzira à divisão maior do futebol português, foi o último a chegar à Roménia, assumindo, no início de Abril de 2009, o comando técnico do CFR Cluj. Quarto treinador da temporada do campeão em título conseguiu dar sequência aos bons resultados iniciados pelo seu antecessor Ales Jindra, somando 5 vitórias e 5 empates em 12 jogos, que permitiram ao Cluj terminar a Liga em 4º lugar. No entanto, o grande êxito da temporada chegaria com a vitória na Taça, depois de um concludente triunfo diante do FC Timisoara (3-0). Já José Peseiro, o único a iniciar a temporada, surgiu na Roménia com o objectivo de colocar o Rapid Bucareste na rota do título. Se é certo que no campo desportivo a experiência não foi má – 28 pontos em 16 jogos -, o relacionamento complicado com o proprietário do clube, que, numa primeira fase, chegou a suspende-lo temporariamente do comando técnico, como «castigo» pela eliminação prematura da Taça UEFA diante do Wolfsburgo, acabou por antecipar o fim da aventura. Três derrotas nas primeiras três jornadas da Liga levaram os directores do Gloria Buzau a dispensar o treinador Stefan Stoica e a chamar Álvaro Magalhães. O técnico português estaria menos de dois meses à frente do clube: 1 empate, 6 derrotas e o último lugar da Liga desencadearam a sua saída no início de Outubro.

Os números dos treinadores portugueses na Liga romena 2008/09: José Peseiro (Rapid Bucareste, 16 jogos, 8 vitórias, 4 empates, 4 derrotas, 1,75 de média de pontos por jogo – 10ª melhor média entre os 39 treinadores que orientaram clubes da Liga romena em 2008/09); António da Conceição (CFR Cluj, 12 jogos, 5 vitórias, 5 empates, 2 derrotas, 1,667 de média de pontos por jogo – 12ª melhor média entre os 39 treinadores que orientaram clubes da Liga romena em 2008/09); Álvaro Magalhães (Gloria Buzau, 7 jogos, 0 vitórias, 1 empate, 6 derrotas, 0,143 de média de pontos por jogos – 6ª pior média entre os 39 treinadores que orientaram clubes da Liga romena em 2008/09).

 

Taça

13-6-2009
FC Timisoara, 0
CFR Cluj, 3 (Ciprian Deac, 6., Sixto Peralta, 28., Juan Emanuel Culio, 53.)

 

Supertaça

O CFR Cluj, ao vencer a Liga e a Taça em 2007/08, foi considerado o vencedor da competição.

 

UNIREA URZICENI: O CAMPEÃO

 
Estatísticas

Nac. Pos. Nome J G A V Min.
ROU A Aurelian ALDEA 1 0 0 0 11
ROU M Iulian APOSTOL 28 2 11 1 2.142
LTU G Giedrius ARLAUSKIS 30 0 3 0 2.700
ROU M Tiberiu BALAN 25 4 4 1 1.265
ROU A Marius BILASCO 27 8 8 0 1.873
ROU D Valeriu BORDEANU 30 0 2 0 2.579
ARG MD Pablo BRANDÁN 26 0 7 0 1.876
GNB D BRUNO FERNANDES 19 0 4 0 1.665
AUS M Jacob BURNS 10 0 3 0 496
ROU M Daniel BÂRLÂDEANU 2 0 0 0 21
ROU A Cristian DANALACHE 20 4 1 0 896
ROU M Sorin FRUNZA 25 1 3 0 1.250
ROU D George GALAMAZ 32 4 4 0 2.880
ROU G Catalin GRIGORE 2 0 0 0 180
ROU MAD Bogdan MARA 17 5 1 0 1.422
SRB D Ersin MEHMEDOVIC 18 0 5 0 1.575
ROU D Epaminonda NICU 30 0 4 0 2.598
ROU A Marius ONOFRAS 22 8 4 0 1.185
ROU MD Razvan PADURETU 31 3 4 0 2.393
BRA M RICARDO Vilaça GOMES 20 1 4 0 1.490
ROU A Raul RUSESCU 23 4 2 0 1.332
ROU M Dinu TODORAN 22 2 5 0 803
ROU G Daniel TUDOR 2 0 0 0 180
ROU M Dacian VARGA 14 4 2 0 847

 
A Táctica

Unirea Urziceni: táctica

 

Treinador Campeão

Dan Petrescu
foto © prosport.ro

DAN PETRESCU

Antigo internacional romeno, com um trajecto riquíssimo como jogador, onde constam excelentes passagens pelo futebol inglês – representou Sheffield Wednesday, Bradford City e Southampton, mas foi sobretudo no Chelsea, entre 1995 e 2000, que atingiu maior destaque – e italiano – ao serviço de Foggia e Génova -, assumiu, no final de 2006, o comando técnico do Unirea Urziceni, depois de passagens pouco felizes pelo Rapid Bucareste e Wisla Cracóvia, que colocaram algumas dúvidas sobre o seu potencial como técnico. Alcançada a manutenção na primeira época, que marcou a estreia do clube na divisão principal, guindou-o, no segundo exercício, até à Europa, lançando as bases para a conquista do título em 2008/09. Adepto do 4x4x2 clássico recorreu, no entanto, a outros modelos, como o 4x1x3x2, o 4x1x4x1 e o 4x2x3x1, adaptando a equipa, com grande sagacidade, às especificidades de cada partida, para além de fazer uso da versatilidade de vários jogadores, como Apostol, uma das revelações da temporada, ou Brandán, utilizados em diferentes posições conforme as necessidades do colectivo.

 

Equipas-Tipo

[accordion title=”FC TIMISOARA“]

FC Timisoara[/accordion]

[accordion title=”FC DINAMO BUCURESTE“]

FC Dinamo Bucureste[/accordion]

[accordion title=”CFR 1907 CLUJ“]

CFR Cluj[/accordion]

[accordion title=”SC VASLUI“]

SC Vaslui[/accordion]

[accordion title=”FC STEAUA BUCARESTE“]

FC Steaua Bucureste[/accordion]

[accordion title=”UNIVERSITATEA CRAIOVA“]

Universitatea Craiova[/accordion]

[accordion title=”AFC RAPID BUCARESTE“]

AFC Rapid Bucureste[/accordion]

[accordion title=”FC BRASOV“]

FC Brasov[/accordion]

[accordion title=”FC 2005 ARGES PITESTI“]

FC Arges Pitesti[/accordion]

[accordion title=”PANDURII LIGNITUL TÂRGU JIU“]

Pandurii[/accordion]

[accordion title=”OTELUL GALATI“]

Otelul Galati[/accordion]

[accordion title=”GLORIA BISTRITA“]

Gloria Bistrita[/accordion]

[accordion title=”POLITEHNICA IASI“]

Politehnica Iasi[/accordion]

[accordion title=”CS GAZ METAN MEDIAS“]

CS Gaz Metan Medias[/accordion]

[accordion title=”FC FARUL CONSTANTA“]

FC Farul Constanta[/accordion]

[accordion title=”CS OTOPENI“]

CS Otopeni[/accordion]

[accordion title=”GLORIA BUZAU“]

Gloria Buzau[/accordion]

 

O «ONZE» DO ANO

Roménia 2008/09: onze do ano

 

Figuras da Época

Giedrius Arlauskis
foto © prosport.ro

Giedrius Arlauskis (Unirea Urziceni)

Tony da Silva
foto © gsp.ro

Tony da Silva (CFR Cluj)

George Daniel Galamaz
foto © gsp.ro

George Daniel Galamaz (Unirea Urziceni)

Nicolae Dorin Goian
foto © gsp.ro

Nicolae Dorin Goian (Steaua Bucareste)

Alvaro Pereira
foto © onlinesport.ro

Alvaro Pereira (CFR Cluj)

Costin Lazar
foto © gsp.ro

Costin Lazar (Rapid Bucareste)

Bogdan Mara
foto © prosport.ro

Bogdan Mara (Unirea Urziceni / CFR Cluj)

Juliano Spadacio
foto © gsp.ro

Juliano Spadacio (Rapid Bucareste)

Artavadz Karamyan
foto © gsp.ro

Artavadz Karamyan (FC Timisoara)

Florin Costea
foto © gsp.ro

Florin Costea (Universitatea Craiova)

Gheorghe Bucur
foto © prosport.ro

Gheorghe Bucur (FC Timisoara)

 
foto de abertura © Getty Images


Rui Malheiro

 
analista de futebol, scout e autor. freelancer. escreveu Anuário do Futebol 2008/09 e Anuário do Futebol 2009/10.