Posted 04/01/2012 by Joachim Rodrigues in Colunas
 
 

Scouting: As 10 maiores promessas do futebol japonês em 2011.

Scouting: As 10 maiores promessas da Liga japonesa 2011
Scouting: As 10 maiores promessas da Liga japonesa 2011

T

erminada a temporada 2011 do futebol japonês, o Futebol Mundial escolheu as 10 principais revelações do exercício e traçou-lhes o perfil. «Mercado» cada vez mais explorado pelos clubes europeus, facto bem atestado nas transferências, durante as duas últimas épocas, de jogadores como Shinji Kagawa, Takashi Usami, Atsuto Uchida, Chong Tese, Gotoku Sakai, Takashi Inui, Yuki Otsu para alguns dos principais clubes do futebol alemão, a elaboração desta lista foi definida tendo em conta os seguintes requisitos: (1) serem jogadores com menos de 23 anos; (2) a qualidade dos jogadores e a sua margem de progressão; (3) o baixo custo estimado para a sua aquisição; (4) serem jogadores ainda não negociados no «Mercado de Inverno» de 2012.

 

Genki Haraguchi (Urawa Red Diamonds)

 
20 anos | 1.77 | Extremo/Avançado

1.500.000 € (avaliação transfermarkt) | Agente: Universal Sports Japan

Um dos maiores talentos a emergir em terras de samurais, Genki Haraguchi actua preferencialmente sobre a esquerda do ataque, procurando muitas vezes as zonas interiores, espaços centrais e linhas de baliza através de diagonais, o que lhe permite também ser utilizado como segundo avançado, proporcionando dinâmica e mobilidade ao sector ofensivo. Muito forte a colocar mudanças de velocidade em espaço curto e a ziguezaguear sem perder o controlo da bola, provoca desequilíbrios com relativa facilidade. Destemido a partir para cima dos adversários, explora a sua visão de jogo – embora a precisar de aprimorar os tempos – e sabe procurar o espaço para fazer o último passe ou tirar um cruzamento para a zona morta, antecipando a desmarcação de um colega de equipa. O remate de meia distância é uma das boas armas do seu futebol: o pé direito é o que melhor define, mas também mostra argumentos interessantes no remate com o pé esquerdo.

Hiroshi Kiyotake (Cerezo Osaka)

 
22 anos | 1.72 | Médio Ofensivo/Médio Ala

1.700.000 € (avaliação transfermarkt) | Agente: NASIA GROUP LLC & THE STAGE b.v.b.a.

Jogador revelado pelo Oita Trinita, transferiu-se, no início de 2010, para o Cerezo Osaka, onde o seu futebol tem ganho projecção e relevância, o que já lhe valeu a estreia pela Selecção AA japonesa. Médio ofensivo versátil, aparece preferencialmente em zonas centrais nas costas dos avançados, criando e oferecendo grande dinâmica à sua equipa no último terço do terreno. Rápido e tecnicamente evoluído, mostra-se capaz de iludir os adversários e de criar desequilíbrios no um para um, conjugando uma boa visão de jogo e capacidade no passe, o que lhe permite fazer várias assistências para situações de finalização, a argumentos no remate: define melhor com o pé direito, mas também sabe executar com o pé esquerdo.

Yuji Ono (Yokohama F. Marinos)

 
19 anos | 1.69 | Avançado/Extremo

900.000 € (avaliação transfermarkt) | Agente: –

Promovido à equipa principal do Yokohama Marinos na segunda metade da temporada 2010, Yuji Ono afirmou-se, em 2011, como um dos jogadores de maior futuro no panorama nipónico, o que já lhe valeu a alcunha de «Rooney japonês». Capaz de actuar a partir de uma faixa, sempre em busca das movimentações em diagonal, ou em zonas mais centrais, em funções próximas às de um segundo avançado, proporciona versatilidade e dinamismo à frente de ataque da sua equipa. Avançado desequilibrador, ao tirar partido da sua velocidade e mobilidade, não gosta de se dar à marcação e prefere actuar a toda a largura da frente de ataque, procurando o último passe, o cruzamento e o remate com frequência. Dotado de um bom primeiro toque, que sabe utilizar na abordagem imediata aos lances, pode ganhar mais objectividade e eficácia nas suas acções. O seu pé preferido é o direito, mas sabe fazer uso do pé esquerdo em adornos e execuções mais simples.

Hiroki Sakai (Kashiwa Reysol)

 
21 anos | 1.83 | Lateral Direito

1.600.000 € (avaliação transfermarkt) | Agente: JAPAN SPORTS PROMOTION CO.

Desde 2003 nos quadros do Kashiwa Reysol, clube que o promoveu, em 2010, à equipa principal, Hiroki Sakai é um lateral direito de grande propensão ofensiva, capaz de proporcionar grande dinamismo e profundidade pelo flanco, ao tirar partido da sua velocidade, capacidade de aceleração, resistência física e combatividade, como também dos seus argumentos a nível do passe e dos cruzamentos, o que lhe permite realizar várias assistências para situações de finalização. Se é certo que ainda revela algumas carências a nível da gestão de tempos e no capítulo do posicionamento, não deixa de conferir solidez em momento defensivo, tanto na defesa de posições exteriores como interiores. Internacional Sub-23 pelo Japão, tem grandes possibilidades de aparecer, a curto/médio prazo, na Selecção AA como dono da lateral direita.

Naoki Yamada (Urawa Red Diamonds)

 
21 anos | 1.66 | Médio Ofensivo

1.000.000 € (avaliação transfermarkt) | Agente: Athleteplus Inc.

Jogador formado nas escolas dos Urawa Red Diamonds, clube que o lançou na equipa principal com apenas 17 anos, Naoki Yamada é um dos maiores talentos a despontar no campeonato japonês. Médio ofensivo muito versátil, talhado para actuar na «zona 10», embora também possa desempenhar funções de «8» ou descair para uma das alas, tem todas as condições para atingir patamares superiores na sua carreira, sobretudo se conseguir adquirir índices de consistência mais elevados. Capaz de assumir o comando das operações, oferece grande criatividade e dinamismo ao jogo ofensivo da equipa, destacando-se pela facilidade com que assiste os avançados, ao tirar partido da sua visão de jogo e boa percepção das movimentações dos seus colegas de equipa, como também da facilidade e qualidade com que realiza passes de ruptura para as costas das defesas contrárias. Criterioso a tomar decisões à entrada da área entre passe, remate e finta, tem margem para melhorar em termos de eficácia em cada um dos parâmetros. Com a típica qualidade e velocidade de execução japonesa, é um jogador de bons recursos, uma formiga capaz de provocar desequilíbrios pela forma como explora os espaços, cria superioridades, tabela e aparece em zona de finalização.

Akimi Barada (Kashiwa Reysol)

 
20 anos | 1.70 | Médio Centro/Médio Ofensivo

1.000.000 € (avaliação transfermarkt) | Agente: Universal Sports Japan

Talento formado nas escolas dos Kashiwa Reysol, Akimi Barada evidenciou-se, em 2010, como um dos elementos-chave do triunfo dos «Sun Kings» na J-League 2, repetindo, no último ano, um exercício de grande sucesso, ao deixar a sua marca e o perfume do seu jogo na belíssima campanha rumo ao título da J-League 1. Médio centro de origem, a sua enorme versatilidade permite-lhe actuar também como médio ofensivo, médio defensivo ou médio ala direito. Contudo, é na zona central do terreno que atinge um maior rendimento: capaz de assumir o papel de organizador de jogo, oferece critério e fluidez ao futebol da sua equipa, conjugando uma boa visão de jogo a qualidade no passe – não só no curto, mas também no médio e no longo. Perspicaz a aparecer nas imediações da área, tentar visar a baliza adversária através de remates de meia distância com o pé direito ou executar um último passe. Ágil e dinâmico, consegue acelerar o jogo e, mesmo não sendo fisicamente robusto, colocar uma agressividade positiva e grande combatividade em muitas das suas acções.

Yoichiro Kakitani (Tokushima Vortis)

 
22 anos | 1.76 | Médio Ala/Extremo

350.000 € (avaliação transfermarkt) | Agente: –

Depois de numa fase inicial de carreira ter sido visto como um dos maiores talentos em emergência no futebol nipónico, algumas questões extra-futebol, provocadas pelo seu sucesso precoce, fizeram adiar a sua afirmação definitiva no patamar profissional. Contratualmente ligado ao Cerezo Osaka, clube que o lançou na equipa principal com 16 anos, a irregularidade e dificuldade em manter registos competitivos elevados, juntamente com alguns problemas disciplinares, conduziram a um empréstimo Tokushima Vortis, clube da J-League 2 que representou nos dois últimos exercícios. Médio ala ou extremo destro, também capaz de utilizar com grande facilidade o pé esquerdo, pode actuar a partir dos dois flancos e mostra-se particularmente forte a explorar movimentos em diagonal. A forma como executa em velocidade a um-dois toques e consegue criar desequilíbrios através da sua finta curta impressionam, assim como o seu dinamismo no apoio ao ataque e facilidade em promover acelerações no seu jogo. Com argumentos muito interessantes a nível do passe, dos cruzamentos e como finalizador – não só com os pés, como também através do seu jogo aéreo -, peca por nem sempre gerir da forma mais adequada as suas decisões.

Keigo Higashi (Omiya Ardija)

 
21 anos | 1.77 | Médio Ala/Extremo/Médio Ofensivo

900.000 € (avaliação transfermarkt) | Agente: –

Contratado pelo Omiya Ardija, no início de 2011, ao Oita Trinita, Keigo Higashi, internacional sub-23 japonês, trata-se de um médio ofensivo muito versátil, capaz de actuar aberto sobre uma das faixas – tende a aparecer mais pelo flanco direito – ou em zonas mais centrais, sempre disponível para fazer a ligação ao ataque. Tecnicamente bem dotado e com um bom primeiro toque, trata-se de um jogador criativo, muito dinâmico e ziguezagueante, capaz de promover desequilíbrios no um para um com o seu poder de drible e acutilância a partir para cima dos adversários. Capaz de conjugar um boa visão de jogo a qualidade no passe e nos cruzamentos, o que lhe permite realizar algumas assistências para situações de finalização, mostra também perspicácia a aparecer em posições de finalização: o pé direito é o que melhor define, mas também é capaz de utilizar o pé esquerdo em execuções mais simples.

Yuya Osako (Kashima Antlers)

 
21 anos | 1.82 | Avançado/Avançado Centro

1.000.000 € (avaliação transfermarkt) | Agente: extraclass

Descoberto pelo Kashima Antlers, no início de 2009, na Kagoshima Josei High School, a sua afirmação gradual no futebol profissional abriu-lhe as portas das Selecções inferiores japonesas. Avançado capaz de alternar entre um estilo mais fixo, em que fornece maiores referências aos defesas contrários, e outro mais solto, em que procura fugir às marcações e aparece em espaços exteriores à área, mostra argumentos a jogar de costas para a baliza e é capaz de proporcionar dinamismo às movimentações ofensivas da sua equipa. Se é certo que está longe de se destacar por grandes virtuosismos de ordem técnica, Yuya Osako sabe criar problemas ao sair com inteligência de acções de pressão e marcação, como também revela perspicácia e objectividade nas suas movimentações e desmarcações. Tem qualidade de execução em zona de finalização – o pé direito é o dominante, mas sabe recorrer ao esquerdo -, revelando instinto, capacidade de antecipação e uma boa relação com a baliza adversária, ainda que possa ganhar mais consistência como definidor.

Masato Kudo (Kashiwa Reysol)

 
21 anos | 1.77 | Avançado/Avançado Centro

800.000 € (avaliação transfermarkt) | Agente: –

Uma das principais figuras do Kashiwa Reysol nas duas últimas temporadas, Masato Kudo contribuiu com 17 golos para os títulos da J-League 2 (2010) e J-League 1 (2011). Apesar de não possuir as características físicas de um «9», actua, várias vezes, como principal referência ofensiva dos «Sun Kings», ainda que não goste de se dar à marcação, partindo de posições exteriores em direcção à área, de forma a explorar a sua velocidade, mobilidade e argumentos bastante razoáveis no drible (principalmente com espaço), o que o torna particularmente perigoso em estratégias que privilegiem ataques rápidos. Oportuno em zona de finalização, sabe escapar às marcações e ganhar posição aos defesas adversários, mostrando agressividade a atacar a bola e argumentos a definir com os dois pés – o direito é o mais forte – e através do jogo aéreo. Revela, igualmente, atributos a realizar assistências, mas poderá melhorar a sua eficácia no capítulo do passe.

 
foto de abertura © asianfootballfeast.com


Joachim Rodrigues