Posted 21/07/2011 by Rui Malheiro in Playmaker
 
 

Scouting: Os 20 negócios de jogadores que recomendamos em 2011 (Europa).

h10
h10

Publicado no site Futebol Finance.

 
No seguimento da primeira abordagem que fizemos ao Scouting, como um dos sectores da indústria do futebol menos mediático, mas com uma relevância incontornável no jogo (ver Os 20 negócios de jogadores que recomendamos em 2011 – América), apresentamos agora as nossas recomendações no mercado Europeu.

Utilizando o mesmo método, contactamos um dos melhores agentes de Scouting mundial, no sentido de apurar quais os melhores negócios de jogadores no velho continente, juntamente com a colaboração de um agente FIFA, no sentido de estimar os valores necessários para a aquisição dos jogadores.

Para a elaboração desta lista definimos como principais requisitos; (a) serem jogadores com menos de 21 anos, (b) a inequívoca qualidade dos jogadores, (c) o baixo custo estimado para a sua aquisição, (d) e serem jogadores ainda não negociados neste defeso.

 

1. Maksym Koval (Dinamo Kiev)

 
18 anos | 1.89 | Ucraniano (Valor: entre 1.6 / 2.4 milhões de Euros | Agente: SMSSPORT)

Descoberto pelo Dinamo Kiev no Metalurh Zaporizhzhya, clube que o lançou, com apenas 16 anos, na divisão maior do futebol ucraniano, foi o guarda-redes mais utilizado pelos «Bilo-Syni» na Liga 2010/11. Seguro entre postes, ao tirar partido da sua agilidade, elasticidade e rápidos reflexos, mostra-se corajoso e destemido nas saídas pelo chão. Apesar de revelar um bom poder de impulsão e um controlo interessante da pequena área, poderá ganhar uma maior consistência nas saídas aéreas. Especialista na defesa de grandes penalidades, lança alguns ataques rápidos a partir de lançamentos manuais longos.

2. Sime Vrsaljko (Dinamo Zagreb)

 
19 anos | 1.83 | Croata (Valor: entre 3.2 / 4.8 milhões de Euros | Agente: ASA International)

Grande promessa do futebol croata, já chamado à Selecção AA, trata-se de um lateral direito de forte vocação ofensiva, também capaz de actuar como médio ala. Muito disponível do ponto de vista físico, o que lhe permite fazer o vaivém defesa-ataque, produz desequilíbrios no um para um, ao explorar a sua velocidade, poder de aceleração e agilidade. Com bons argumentos no passe lateral e nos cruzamentos, realiza várias assistências para situações de finalização. Do ponto de vista defensivo, tem vindo a registar progressos, mas mostra-se mais confortável na defesa de posições exteriores.

3. Stefan de Vrij (Feyenoord)

 
19 anos | 1.89 | Holandês (Valor: entre 2.0 / 3.0 milhões de Euros | Agente: Sports Entertainment Group)

Defesa destro versátil, iniciou a sua carreira como sénior a actuar como lateral direito, mas, nos últimos meses, tem-se vindo a fixar como central. Dotado de um bom sentido posicional e forte no jogo aéreo, combina fortes argumentos para se impor na antecipação com uma boa capacidade de desarme, até porque é rápido a atacar a bola. Capaz de assumir as saídas para ataque, mostra uma boa visão de jogo e qualidade de passe, combinando saídas curtas e médias em segurança com algumas aberturas longas.

4. Mathias «Zanka» Jørgensen (FC Copenhaga)

 
21 anos | 1.91 | Dinamarquês (Valor: entre 2.2 / 3.3 milhões de Euros| Agente: Match Marketing Group)

Defesa central destro, já internacional AA pela Dinamarca, é extremamente disponível e poderoso do ponto de vista físico, o que lhe permite impor-se nos lances divididos, como também muito forte no futebol aéreo, em momento defensivo e a dar sequência a lances de bola parada ofensivos. Apesar de não ser muito veloz nas deslocações, patenteia um óptimo sentido posicional, revelando eficácia no desarme e a impor-se em acções de antecipação. Apesar de utilizar processos simples e práticos, assume, várias vezes, as saídas para ataque.

5. Nicolai Boilesen (Ajax)

 
19 anos | 1.87 | Dinamarquês (Valor: entre 1.0 / 1.5 milhões de Euros )

Central canhoto de origem, foi convertido, com sucesso, em lateral esquerdo, mostrando competência na defesa de posições exteriores e interiores, ao tirar partido de muito bons argumentos para se impor em acções de antecipação, mas também pelo seu bom sentido posicional e óptimo poder de desarme. Muito disponível do ponto de vista físico e perspicaz a desmarcar-se, consegue projectar-se e criar desequilíbrios a nível ofensivo, patenteando argumentos interessantes no passe lateral e nos cruzamentos, o que lhe permite realizar assistências para situações de finalização.

6. Slobodan Medojevic (Vojvodina)

 
20 anos | 1.83 | Sérvio (Valor: entre 1.1 / 2.2 milhões de Euros | Agente: KLA International Sports Management)

Revelado nas escolas do Vojvodina, uma das mais produtivas do futebol sérvio, impôs-se como unidade nuclear da equipa principal e da Selecção Sub-21. Jogador versátil, actua preferencialmente como médio defensivo, mas também pode ser utilizado como médio centro ou defesa central. Muito disponível do ponto de vista físico e com capacidade de choque, mostra eficácia em acções de desarme ou de antecipação, tanto pelo chão como pelo ar. Capaz de assumir as saídas para ataque, mostra argumentos no capítulo do passe, que poderá ainda desenvolver, e gosta de romper de trás para a frente, procurando explorar, em algumas situações, o seu remate de pé direito de fora da área. O seu bom jogo aéreo garante-lhe a presença na área adversária para dar sequência a lances de bola parada.

7. Necip Uysal (Besiktas)

 
20 anos | 1.80 | Turco (Valor: entre 3.5 / 5.5 milhões de Euros | Agente: Football & Soccer Management Ltd.)

Médio centro ou interior de origem, tem vindo a ser utilizado, nos últimos tempos, como médio defensivo, tratando-se de um jogador destro, muito disponível do ponto de vista físico e com um bom sentido táctico. Enérgico em acções de antecipação ou de desarme, tanto pelo chão como pelo ar, mostra-se capaz, assim que efectua uma recuperação, de assumir acções de condução e distribuição de jogo. Rápido, ágil e com argumentos interessantes a nível do drible, consegue criar desequilíbrios, como também revela uma boa leitura de jogo e capacidade de passe: não joga apenas à base de passes curtos e arrisca passes médios e longos, onde pode ganhar uma maior consistência.

8. Granit Xhaka (FC Basileia)

 
18 anos | 1.83 | Suíço (Valor: entre 1.2 / 1.8 milhões de Euros | Agente: (carreira gerida pelo pai)

Médio canhoto, de origem albanesa, sagrou-se, em 2009, campeão do Mundo de sub-17 e, em 2011, vice-campeão europeu de Sub-21. Médio ala de origem, tem-se vindo a fixar como médio centro ou interior. Muito dinâmico, revela-se participativo do ponto de vista defensivo, tirando partido da sua disponibilidade física e agressividade, mas destaca-se mais a nível ofensivo: sabe assumir acções de condução e de distribuição, tirando partido da sua capacidade técnica e mobilidade, como também dos seus bons atributos no passe – não só curto, mas também médio e longo – e no remate forte com o pé esquerdo.

9. Markus Henriksen (Rosenborg)

 
18 anos | 1.87 | Norueguês (Valor: entre 2.0 / 3.0 milhões de Euros | Agente: Stars & Friends GmbH)

Revelação do ano de 2010 do futebol norueguês, assumiu-se, com apenas 17 anos, como unidade nuclear do Rosenborg e já se estreou pela Selecção AA. Médio centro muito dinâmico, dotado de um bom sentido táctico e muito disponível do ponto de vista físico, também capaz de actuar como interior, mais aberto sobre as alas ou como médio ofensivo, gosta de assumir acções de condução e organização, tirando partido da sua boa visão de jogo, argumentos no passe e interessante qualidade técnica. Móvel e perspicaz a desmarcar-se, não hesita em procurar a baliza adversária através de remates de fora da área com ambos os pés: o direito é o que melhor define.

10. Nosa Igiebor (Lillestrøm SK)

 
20 anos | 1.82 | Nigeriano (Valor: entre 1.2 / 1.8 milhões de Euros | Agente: Players Management LTD)

Diamante que tem vindo a amadurecer, de época para época, no futebol norueguês, trata-se de um médio ofensivo versátil, capaz de actuar em posições centrais ou a partir de qualquer um dos flancos, até porque é ambidestro. Forte a assumir acções de condução de jogo ofensivo, destaca-se pela forma como consegue promover desequilíbrios, ao aliar velocidade, força física e poder de aceleração a uma interessante capacidade de drible em progressão. Rompedor e muito acutilante a desmarcar-se, aparece com facilidade em zona de finalização, onde procura tirar partido do seu remate com ambos os pés. A sua grande disponibilidade física e agressividade permitem-lhe também participar em acções de pressão e de recuperação.

11. Gabriel Torje (Dinamo Bucareste)

 
21 anos | 1.67 | Romeno (Valor: entre 3.0 / 4.5 milhões de Euros | Agente: Media Sport Management Limited)

Grande promessa do futebol romeno, o que lhe vale a alcunha de «Messi», trata-se de um médio ala ou extremo direito, também capaz de actuar como falso avançado. Fisicamente frágil, procura compensar essa lacuna com um estilo de jogo eléctrico e desequilibrador, ao conseguir conciliar a sua grande velocidade, poder de aceleração e agilidade a uma boa capacidade de drible. Perspicaz a desmarcar-se e a protagonizar movimentos em diagonal, possui um remate forte com o pé direito | em bola corrida e parada | e apresenta argumentos muito interessantes em finalizações aéreas, na sequência de acções de antecipação. Tem vindo a desenvolver a sua eficácia no último passe e nos cruzamentos, o que lhe garante a realização de várias assistências para situações de finalização.

12. Kevin de Bruyne (Genk)

 
19 anos | 1.80 | Belga (Valor: entre 5.5 / 8.5 milhões de Euros | Agente: StarFactory Football Management SA)

Médio ala esquerdo, também capaz de actuar à direita ou nas costas do avançado, trata-se de um jogador muito forte a assumir acções de condução e a produzir desequilíbrios pelo flanco, ao aliar grande velocidade, mobilidade e poder de aceleração a uma boa capacidade de drible. Capaz de proporcionar várias assistências para situações de finalização, tanto a partir de cruzamentos como de passes, é inteligente a desmarcar-se e acutilante a protagonizar movimentos em diagonal, procurando a baliza adversária através do seu forte remate de pé direito. É, igualmente, um bom executante de lances de bola parada: indirectos ou directos.

13. Lorenzo Ebecilio (Ajax)

 
19 anos | 1.76 | Holandês (Valor: entre 1.5 / 2.0 milhões de Euros | Agente: Humphry Nijman)

Revelação da segunda metade da última Liga holandesa, aproveitou a saída de Luis Suárez para se impor na equipa principal do Ajax. Jogador de grande mobilidade e dinamismo, capaz de utilizar os dois pés – o direito é o mais forte -, tem sido utilizado como extremo esquerdo, mas pode também actuar à direita ou em espaços mais centrais. Muito potente, robusto do ponto de vista físico e com grande capacidade de arranque, consegue produzir desequilíbrios no um para um, patenteando argumentos interessantes nos cruzamentos e no remate, quase sempre na sequência de movimentos em diagonal. Agressivo e pressionante, não se esconde quando é necessário trabalhar do ponto de vista defensivo.

14. Emmanuel Mayuka (Young Boys)

 
20 anos | 1.78 | Zambiano (Valor: entre 1.6 / 2.3 milhões de Euros | Agente: Niir Karin)

Escolhido para assumir a difícil sucessão de Seydou Doumbia, o jovem internacional zambiano, descoberto no Maccabi Tel Aviv, assumiu-se como uma das revelações da Liga suíça 2010/11. Capaz de actuar no centro do ataque ou a partir dos flancos, de forma a explorar a sua mobilidade e acutilância a protagonizar movimentos em diagonal, destaca-se por ser muito rápido, extremamente ágil e capaz de promover acelerações, o que lhe garante a criação de desequilíbrios no um para um, até porque possui atributos muito interessantes no drible. Muito astuto a desmarcar-se e a ganhar posição aos defesas adversários, patenteia grande facilidade a visar a baliza adversária através de remates com os pés | o direito é o que melhor define -, mas também possui argumentos no jogo aéreo.

15. Admir Mehmedi (FC Zurique)

 
20 anos | 1.83 | Suíço (Valor: entre 2.0 / 3.0 milhões de Euros | Agente: International Football Management)

Revelação da Liga suíça 2010/11 e presença regular nas Selecções inferiores, onde sempre se destacou pela capacidade goleadora, trata-se de um jogador de origem albanesa-macedónia, capaz de actuar como principal referência ofensiva ou como segundo avançado. Muito móvel e extremamente astuto a desmarcar-se, gosta de partir de espaços exteriores em direcção à área, explorando a sua velocidade, agilidade e argumentos no um para um. Com remate fácil e sentido de baliza, mostra uma boa capacidade de definição, de dentro ou de fora da área, com o pé direito.

16. Cenk Tosun (Gaziantepspor)

 
20 anos | 1.83 | Turco/Alemão (Valor: entre 3.0 /4.2 milhões de Euros | Agente: ASBW Sport Marketing)

Internacional alemão em todos os escalões entre os sub-16 e os sub-21, cansou-se de esperar por uma oportunidade na equipa principal do Eintracht Frankfurt e rumou, em Janeiro de 2011, ao Gaziantepspor, onde se assumiu como uma das figuras da 2ª volta da Liga turca, ao realizar 10 golos e 6 assistências em 14 jogos, o que motivou um convite para representar a Selecção AA turca. Unidade móvel de ataque, capaz de actuar em espaços centrais ou a partir das alas, de forma a explorar os movimentos em diagonal, destaca-se pela velocidade e agressividade que imprime às suas acções, características a que consegue aliar um drible curto interessante. Muito astuto a desmarcar-se e a ganhar posição em zona de finalização, revela facilidade a definir com os dois pés.

17. Luuk de Jong (Twente)

 
20 anos | 1.88 | Holandês (Valor: entre 4.5 / 6.5 milhões de Euros | Agente: firsteleven ISM)

Avançado centro de origem, também capaz de actuar como médio ofensivo ou segundo avançado, viveu a sua época de afirmação na Eredivisie, ao juntar 12 assistências a 12 golos em 32 jogos. Muito inteligente a desmarcar-se, muitas vezes no limite do fora-de-jogo, e extremamente oportuno em zona de finalização, sabe tirar partido do seu bom remate com os pés – o direito é o que melhor define – e do seu poderoso jogo aéreo. Muito trabalhador e com grande sentido colectivo, revela muito bons apontamentos no passe, de costas ou de frente para a baliza, e, apesar da sua elevada estatura, é rápido, móvel e capaz de produzir desequilíbrios no um para um.

18. Jan Chramosta (Mlada Boleslav)

 
20 anos | 1.80 | Checo (Valor: entre 500 / 700 mil Euros | Agente: SPORT INVEST)

Presença regular nas Selecções inferiores checas, ao serviço das quais marcou presença no último Europeu Sub-21, tem vindo a conquistar espaço e preponderância, de época para época, na equipa principal do Mlada Boleslav. Avançado talhado para estratégias que privilegiem contra-ataques, pode actuar como principal referência ofensiva ou ao lado de um avançado mais fixo, o que lhe permite explorar a sua mobilidade, já que gosta de partir de espaços exteriores em direcção à área. Rápido, ágil, muito lutador e perspicaz a desmarcar-se, aparece com grande astúcia em zona de finalização, onde procura tirar partido do seu remate com o pé direito.

19. Ante Vukusic (Hajduk Split)

 
20 anos | 1.77 | Croata (Valor: entre 3.2 / 4.8 milhões de Euros | Agente: Eurofoot B.V.)

Os 14 golos e 5 assistências que realizou em 29 jogos para a Liga, como também os 4 golos que apontou em 9 jogos na Liga Europa, tornaram-no numa das figuras da temporada croata. Habituado a actuar como principal referência ofensiva, não gosta de se dar à marcação e tende a partir de espaços exteriores em direcção à área, de forma a explorar a sua velocidade, agilidade e poder de aceleração. Inteligente a desmarcar-se, muito forte a antecipar-se, dentro da área, aos defesas adversários e capaz de realizar bons movimentos curtos, define com facilidade, a um-dois toques, com os dois pés – o direito é o mais forte – e mostra argumentos interessantes no jogo aéreo.

20. Sercan Yildirim (Bursaspor)

 
21 anos | 1.82 | Turco (Valor: entre 4.8 / 7.2 milhões de Euros | Agente: Route1 Management Ltd.)

Grande esperança do futebol turco, costuma actuar como avançado centro, mas a sua mobilidade permite-lhe também desempenhar funções de segundo avançado ou falso extremo. Muito rápido, ágil e bastante agressivo, não hesita em partir para cima dos adversários e cria desequilíbrios no um para um, até porque é capaz de protagonizar bons movimentos curtos. Extremamente acutilante a desmarcar-se, muitas vezes no limite do fora-de-jogo, demonstra grande sentido de oportunidade e muito boa capacidade de antecipação dentro da área, definindo com os dois pés – o direito é o mais forte – ou através do jogo aéreo.

 


Rui Malheiro

 
analista de futebol, scout e autor. freelancer. escreveu Anuário do Futebol 2008/09 e Anuário do Futebol 2009/10.